Imagem da matéria: Lobo de Wall Street muda de opinião sobre Bitcoin e agora diz que moeda vai a US$ 100 mil
O norte-americano Jordan Belfort, o ‘Lobo de Wall Street’ da vida real. (Foto: Divulgação)

O antigo crítico do Bitcoin (BTC) Jordan Belfort, mais conhecido como o “Lobo de Wall Street”, elogiou a criptomoeda em uma entrevista recente para a Fortune e disse que ela poderia chegar a US$ 100 mil. Na conversa, o escritor e palestrante explicou porque mudou de ideia: “Agora, o ativo digital possui uma base de compradores maior do que nunca”.

Para o empresário, a realidade era diferente há alguns anos. “Quando o BTC atingiu US$ 19 mil, ao final de 2017, eu estava num programa de TV, e falei para os espectadores que o preço ia despencar”, disse ele à Fortune. “Eu estava certo, mas pensei que ele ia sumir para sempre. Era difícil de vender e fácil de comprar, o que apontava para a manipulação do mercado”, concluiu.

Publicidade

Belfort acredita que o preço do Bitcoin ainda pode subir muito. A principal vantagem do ativo, na visão dele, é a oferta limitada de criptomoedas. Ao contrário do mercado de ações, não há como emitir novas cotas para “inflar o mercado”, de acordo com a opinião do entrevistado.

Além disso, o esforço regulatório contra o Bitcoin não veio na proporção imaginada pelo Lobo. O aumento da adoção por investidores comuns – e não pelos criminosos — é visto como algo positivo e inesperado pelo ex-gestor de investimentos.

Em 2018, ele chegou a dizer que os investidores da primeira criptomoedas tinham “sofrido lavagem cerebral”.

Lobo de Wall Street fez críticas ao mercado financeiro

A realidade atual do mercado de ações americano preocupa Belfort. “Você não pode inflar uma ação para sempre. Assim, é muito comum que essas ações despenquem pela própria emissão de cotas novas”, explicou na entrevista.

Sobre o caso da Gamestop, o empresário relatou temer o posicionamento dos pequenos investidores. “Meu medo vem do fato de que essas sardinhas não podem segurar essas ações para sempre. Muitas das ações que elas estão comprando estão supervalorizadas”, disse à Fortune.

Publicidade

Belfort é conhecido por ter inspirado o filme “O Lobo de Wall Street” (2013), no qual um gerente de investimentos ganha dinheiro em cima de investidores incautos, através de práticas fraudulentas no mercado de ações. Na vida real, ele foi preso por fraude e manipulação do mercado, em 1999, por conta das suas atividades.

Depois da experiência com o mercado de de ações, Jordan Belfort deu a volta por cima e, atualmente, dá palestras motivacionais, além de ter escrito o livro que embasou o filme de Martin Scorsese.

VOCÊ PODE GOSTAR
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Bitcoin e grafico de mercado

Traders de Bitcoin miram US$ 74 mil já na próxima semana com nova onda de fluxo positivo para ETFs

Com ETFs registrando quatro dias seguidos de entradas e dados de inflação nos EUA abaixo do esperado, o Bitcoin já começou a retomar a alta e superou os US$ 66 mil
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken