Imagem da matéria: Lobistas cripto processam reguladores dos EUA por nova regra que ameaça setor DeFi
Gary Gensler, presidente da SEC (Foto: Reprodução/YouTube)

Em seu mais recente movimento legal ofensivo contra os reguladores, a Blockchain Association, um proeminente grupo de lobby da indústria de criptomoedas, abriu um processo contra a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) na terça-feira (23) por expandir uma definição legal existente da palavra “negociante”, buscando aplicá-la a usuários e projetos de finanças descentralizadas (DeFi).

“O Regulamento de Negociante (“The Dealer Rule”) representa simplesmente o mais recente exemplo das tentativas da SEC de aplicar, impulsivamente, regras voltadas para os mercados financeiros tradicionais à indústria de ativos digitais, apesar de sua estrutura de mercado completamente diferente construída sobre tecnologia inovadora”, argumentou o processo, que foi protocolado no Texas.

Publicidade

A mudança na regra, anunciada pela primeira vez em fevereiro, ampliou a definição de negociante da SEC para abranger protocolos e transações DeFi, exigindo assim que tais projetos se registrem como bolsas de valores e corretoras ou enfrentem repercussões legais.

No entanto, a SEC não ofereceu orientações sobre como os projetos DeFi — que são automatizados e executam transações sem supervisão humana — poderiam possivelmente cumprir regras projetadas para bolsas de valores tradicionais. Além disso, a regra parece considerar alguns traders DeFi como equivalentes legalmente a corretores profissionais de ações.

Mercado denuncia nova regra

Grupos de criptomoedas denunciaram a criação da regra como “uma intrusão preocupante”. A comissária da SEC, Hester Peirce, uma aliada conhecida da indústria de criptomoedas, condenou-a como prejudicial tanto para os participantes do mercado quanto para o mercado como um todo.

A Blockchain Association, que se juntou à Crypto Freedom Alliance do Texas ao protocolar a ação judicial de terça-feira, agora está buscando uma sentença declaratória de um tribunal federal de que a SEC violou a Lei de Procedimentos Administrativos (APA) ao expandir sua definição de negociante.

Publicidade

Laura Sanders, Conselheira de Políticas na Blockchain Association, disse ao Decrypt que o processo reflete uma mudança na estratégia sobre como as empresas de criptomoedas lidam com entidades governamentais hostis.

“A indústria certamente está partindo para a ofensiva”, disse Sanders. “Embora aproveitemos cada oportunidade para nos envolver com os reguladores, esse envolvimento não tem sido correspondido pela SEC.”

O processo de hoje argumenta que a SEC violou a APA tanto ao extrapolar em sua regulamentação da indústria de criptomoedas quanto ao não considerar reclamações e comentários de grupos de criptomoedas em seu processo de criação da nova regra.

“Apesar de brevemente reconhecer o impacto negativo que a regra terá nos mercados de ativos digitais, a SEC não fez nenhuma tentativa de abordar ou mitigar isso”, escreveu Marisa Tashman Coppel, Chefe Jurídica da Blockchain Association, na terça-feira. “[Isso viola] sua obrigação sob a APA de considerar o efeito de qualquer nova regra na eficiência, competição e nos mercados de capitais.”

Publicidade

“Por sua própria admissão, a SEC nem mesmo tentou avaliar os custos adicionais que seriam impostos aos mercados de ativos digitais pela regra”, ela continuou. “Em vez disso, a Comissão está satisfeita em manter os olhos vendados.”

SEC vs mercado cripto

O processo de hoje é apenas o mais recente de uma tendência dos últimos meses de ações legais que visam preventivamente a SEC, ao invés de esperar por mais e mais processos vindos da agência federal.

No mês passado, o DeFi Education Fund (DEF) processou a SEC para afirmar proativamente que airdrops gratuitos não são violações de títulos, tentando evitar que a agência faça tais alegações no futuro.

Em fevereiro, um grupo de proeminentes empresas de criptomoedas — incluindo a exchange americana Coinbase e o gigante do capital de risco Andreessen Horowitz — processou a SEC, alegando que ela não tem jurisdição sobre grande parte da indústria de criptomoedas, na primeira ação legal proativa relacionada à cripto nesse sentido.

Ambos os processos federais também foram protocolados no Texas, que é considerado um dos estados mais amigáveis às criptomoedas no país.

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

A semana promete ser agitada à medida que chega o prazo final para a SEC decidir se aprova ou rejeita o lançamento de ETFs de Ethereum à vista
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade
Bandeira da Argentina com moeda de Bitoin do lado

Argentina se reúne com autoridades de El Salvador para discutir adoção de Bitcoin

Há cerca de três anos, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a incorporar o Bitcoin, junto com o dólar, como moeda oficial