Imagem da matéria: Justiça congela US$ 1 bilhão em ativos dos criadores da Three Arrows Capital
Su Zhu, um dos cofundadores do fundo de hedge de criptomoedas Three Arrows Capital (3AC) (Foto: Reprodução/Twitter)

Um tribunal das Ilhas Virgens Britânicas bloqueou mais de US$ 1 bilhão em ativos pertencentes aos criadores da Three Arrows Capital (3AC), o falido fundo de hedge de criptomoedas dos empresários Su Zhu e Kyle Davies.

Além da dupla, a ordem judicial emitida no início da semana bloqueia fundos também da esposa de Davies, Kelly Chen. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (21) pela Teneo, empresa que representa os credores da 3AC.

Publicidade

Os ativos congelados poderão ser usados para ressarcir clientes lesados pelo colapso da 3AC, que entrou em recuperação judicial em julho do ano passado. A Teneo informa que as reivindicações dos credores superam US$ 3,5 bilhões.

“A ordem de congelamento mundial foi solicitada em conexão com reivindicações que estão sendo apresentadas pelos liquidatários que alegam, entre outras coisas, que os fundadores deveriam ser responsabilizados por causar a deterioração da posição da 3AC em um montante equivalente ao valor do foram solicitadas ordens de congelamento”, disse Teneo em e-mail visto pelo The Block.

A prisão de Su Zhu

Su Zhu, um dos fundadores da Three Arrows Capital, foi preso no aeroporto de Singapura enquanto tentava deixar o país no final de setembro.

Ele foi detido por descumprir a ordem judicial de um tribunal de Singapura que o obrigava a cooperar com as investigações e prestar contas de suas atividades como um dos fundadores da 3AC e seu ex-gerente de investimentos. 

Publicidade

A ordem condenou Zhu a quatro meses de prisão, durante os quais ele deveria dialogar com os representantes da Teneo para auxiliar na recuperação de ativos da 3AC, visando maximizar os retornos aos credores.

Na última quarta-feira (13), a Bloomberg reportou que o executivo havia cooperado com os advogados da Teneo com detalhes sobre como o fundo faliu e o paradeiro dos ativos. Por isso, a expectativa é que Zhu seja liberado ainda neste mês de dezembro por bom comportamento.

O caso 3AC

Fundada em 2012 por Su Zhu e Kyle Davies, a Three Arrows Capital era conhecida por investimentos em empreendimentos relacionados a criptomoedas, como Bitcoin, Ethereum, Solana, entre outras, além de empresas do setor como Axie Infinity e BlockFi.

No entanto, a empresa perdeu cerca de US$ 200 milhões quando a stablecoin algorítmica UST, do ecossistema Terra Luna, perdeu sua paridade em maio de 2022. O evento fez com que empresas como BitMEX, FTX e Deribit cortassem relações com a 3AC, e o pânico generalizado no mercado levou ao colapso completo da empresa.

Publicidade

A queda da Three Arrows, por sua vez, desencadeou o colapso de outras empresas que dependiam de seus serviços, como a Celsius. Em julho de 2022, a Three Arrows Capital entrou com pedido de recuperação judicial, o que representou um fim melancólico para a proeminente empresa de uma década que chegou a administrar até US$ 10 bilhões em ativos em março de 2022.

You May Also Like
Celular com logotipo da BInance

Binance vai listar quatro novos pares de negociação com USDC e Lira turca, incluindo Worldcoin

Os novos pares também serão incluídos no serviço Trading Bots (robôs de negociação) da plataforma
Imagem da matéria: Empresas divergem sobre regulação da custódia de criptos e apresentam diferentes soluções ao BC

Empresas divergem sobre regulação da custódia de criptos e apresentam diferentes soluções ao BC

Em consulta do Banco Central, empresas e associações avaliaram como garantir a segurança na custódia das criptomoedas dos clientes
Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas sai do ar após esvaziar carteira de R$ 279 milhões

Corretora de criptomoedas sai do ar após esvaziar carteira de R$ 279 milhões

Site da corretora saiu do ar dias após um saque grande ter sido feito nas hot wallets da empresa
Imagem da matéria: Tokenização se torna opção interessante para CRIs e CRAs | Opinião

Tokenização se torna opção interessante para CRIs e CRAs | Opinião

Através da tokenização o emissor dos certificados consegue garantir uma operação com menos gastos graças à infraestrutura utilizada