Imagem da matéria: Safra lança seu primeiro fundo de investimento em criptomoedas  
Foto: Shutterstock

O SAF Cripto Selection, primeiro fundo de investimento em criptomoedas do banco Safra, já está disponível para investidores qualificados que possuem mais de R$ 1 milhão em investimentos financeiros.

Esse é o primeiro e único fundo focado em criptomoedas do Safra. Embora tenha sido constituído há mais de um ano, em abril de 2022, o produto entrou em funcionamento apenas no dia 27 de novembro deste ano.

Publicidade

De acordo com o site do Safra, o patrimônio líquido do SAF Cripto Selection está atualmente em R$ 11 milhões, com cada cota custando R$ 107. A rentabilidade do fundo entre 27 de novembro e 20 de dezembro foi de 7,5%. Pela administração do produto, o banco cobra uma taxa de 2% ao ano.

Uma vez que é focado em investidores qualificados, a lâmina do SAF Cripto Selection não foi divulgada no site para o público geral. A documentação do fundo, no entanto, demonstra que sua política de investimentos é bastante ampla.

As modalidades de investimento estão separadas em cinco grupos diferentes, sendo o primeiro “criptoativos, de forma indireta, por meio da aquisição de cotas de Fundos/Classes/Subclasses/Veículos no exterior que invistam em índices e/ou derivativos relacionados aos mercados de criptoativos”.

Os grupos subsequentes também englobam investimentos diversos, como títulos públicos federais e cotas de fundos de investimento de diferentes segmentos.

Publicidade

A boa fase dos fundos cripto

O banco Safra parece ter acertado o timing do mercado para lançar seu produto, já que no início do mês os fundos de criptomoedas espalhados pelo mundo registraram as maiores entradas de capital desde o rali do Bitcoin de dois anos atrás.

O volume dos investimentos não eram tão expressivos desde outubro de 2021, quando o primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de futuros de Bitcoin foi lançado no mercado americano.

Aqui no Brasil, os fundos de criptomoedas também foram os responsáveis por entregar os maiores retornos aos investidores em 2023.

Um levantamento de outubro elencou o fundo de Bitcoin da gestora Hashdex (HASHDEX BITCOIN FIC FIM) como líder do ranking dos 30 fundos multimercado com a melhor rentabilidade do ano, ao gerar um lucro de 51% de janeiro a setembro.

Publicidade

O segundo e terceiro lugar da lista também eram fundos cripto. O produto da XP, TREND CRIPTO DÓLAR FIM, garantiu aos investidores um retorno de 42,9% no mesmo período, seguido pelo HASHDEX 100 NASDAQ CRYPTO INDEX FIM, que entregou 42,8%.

O estudo em questão, elaborado pelo especialista em dados de mercado Einar Rivero, demonstrou que, embora as criptomoedas ainda não estejam em sua melhor fase, continuam proporcionando os maiores retornos aos investidores brasileiros, superando outros ativos concorrentes, como ouro e prata.

You May Also Like
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Tokens de games aproveitam boom do Bitcoin e Ethereum e batem altas históricas

Os tokens de Xai, Beam, Heroes of Mavia e Parallel atingiram novos picos em meio ao burburinho do Bitcoin e ao lançamento do PIXEL
Imagem da matéria: Honduras proíbe cripto em bancos, contrariando tendências regionais do Bitcoin

Honduras proíbe cripto em bancos, contrariando tendências regionais do Bitcoin

A América Latina é mais favorável às criptomoedas do que a maioria das regiões, mas Honduras as excluiu — e derivativos como ETFs também
Imagem da matéria: Lei de Inteligência Artificial é aprovada em primeira votação na União Europeia

Lei de Inteligência Artificial é aprovada em primeira votação na União Europeia

A Lei de Inteligência Artificial da UE proibirá aplicativos que “ameacem os direitos dos cidadãos” e vai impor obrigações a sistemas de alto risco
Imagem da matéria: Trust Wallet tem uma potencial falha crítica, afirma instituto dos EUA

Trust Wallet tem uma potencial falha crítica, afirma instituto dos EUA

Em 2023, a Trust Wallet foi alvo de várias invasões cibernéticas, acumulando perdas que ultrapassaram os 4 milhões de dólares.