Imagem da matéria: Jovem usou Igreja Universal para esquema de pirâmide financeira com Bitcoin
Templo de Salomão em São Paulo (Foto: Wikipedia)

Uma reportagem feita pelo site The Intercept Brasil mostrou a história de um jovem que usou o espaço da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) para promover um suposto esquema de pirâmide financeira de criptomoedas chamado AirBit Club.

O vídeo, que foi retirado ar no YouTube (você ainda pode vê-lo aqui), mostra o envolvimento de pelo menos dois líderes do Airbit Club que atuavam pela empresa no Brasil e que supostamente recolhiam dinheiro de investidores que acreditaram no negócio.

Publicidade

No final de 2017, os jornalistas Paulo Victor Ribeiro e Yuri Ferreira foram em culto chamado ‘Congresso para o sucesso’ que aconteceu no Templo de Salomão, sede mundial da Igreja Universal do Reino de Deus, localizado no Brás, bairro da cidade de São Paulo.

Segundo a matéria, o foco daquela reunião seria mostrar para as pessoas que aqueles que dispendessem valores para Deus teriam prosperidade financeira.

“Naquele dia, recebemos um cartão de uma empresa chamada Airbit Club. Nós descobrimos alguns líderes que atuam no Brasil e no mundo e um deles é Gabriel Fonseca Reis”, diz o apresentador.

O prodígio

Eles gravaram o jovem Gabriel Fonseca Reis, que naquela época representava a Airbit. Reis é de São José dos Campos, no interior de São Paulo, e filho de uma obreira da Igreja Universal.

Publicidade

As imagens revelam seu testemunho de como se deu bem no mercado de criptomoedas e com Marketing Multinível — “mais de 50 obreiros com máquinas de cartão passavam recolhendo as doações, relatou um dos jornalistas, em uma publicação no dia 06 de maio.

O vídeo, intitulado ‘Garoto Bitcoin: da Igreja Universal às suspeitas de estelionato’, foi publicado no Youtube também no dia 06 e dois dias depois foi reproduzido no grupo no Facebook ‘DPF – Desmascarando Pirâmides Financeiras’, que é dedicado a desmascarar golpes de pirâmide financeira.

Nele, a reportagem exibe imagens de Gabriel revelando a um Bispo a sua história de sucesso com as criptomoedas.

Ele conta que, através do Marketing Multinível, com 16 anos já tinha comprado um carro de luxo, uma BMW, e que ganhava mais de R$ 100 mil por mês.

Airbit, Multiclick e milhões na conta

A reportagem mostra que o carro citado foi adquirido com a Multiclick Brasil, que teve suas atividades bloqueadas pelo Ministério Público de Santa Catarina por atividade econômica irregular no ano de 2013.

Publicidade

Em uma das ações de marketing, Gabriel diz: “Multiclick Brasil. Mudou a minha vida e pode mudar a sua. Se apaixone pela Multiclick, se apaixone por esse projeto porque é uma empresa séria e legal”.

O jovem líder arrisca um espanhol em uma outra ação de marketing para angariar novos investidores de países vizinhos do Brasil e diz que já ganhou mais de US$ 2 milhões, cerca de R$ 8 milhões.

Gurus de jovem foram condenados nos EUA

O vídeo também mostra Pablo Renato Rodriguez, um dos líderes mundiais do Airbit Club. Segundo a reportagem, ele fundou a empresa juntamente com um brasileiro chamado Gutemberg dos Santos e ambos são mentores de Gabriel.

Gutemberg entrou em contato com o Portal do Bitcoin por meio de seu advogado, Marconi Barreto,que afirmou que o empresário era um associado da Airbit assim como milhares de outras pessoas. Ele disse que o The Intercept errou e que os autores da reportagem seriam acionados judicialmente.

Em 2017, Rodriguez e Gutemberg já foram condenados pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos a devolverem mais de US$ 1 milhão.

Publicidade
(Gabriel Fonseca Reis entre seus mentores. Imagem: Reprodução/Instagram)

Airbit apoiou evento da Universal

De acordo com o vídeo, o Airbit Club patrocinou um evento de futebol realizado pelo grupo da comunidade chamado Força Jovem Universal e também apoiou o Instituto Ressoar, braço filantrópico da Record TV, do Grupo Record, cujo maior acionista é o bispo Edir Macedo.

Procurada pela equipe de reportagem, a Record disse que aqueles patrocínios foram pontuais.

O The Intercept Brasil procurou todos os citados na reportagem mas não obteve retorno, exceto de Andressa, que negou tudo, e Gabriel, que não quis falar quando soube que o assunto era sobre a Airbit Club.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
logo do bitcoin em cima de livro

Goiânia recebe lançamento do livro “101 Perguntas Sobre Bitcoin”

A obra da Editora Portal do Bitcoin escrita pelo engenheiro Breno Brito serve como um guia para compreensão da criptomoeda mais popular do mundo; veja como participar
Policiais federais fotografados de costas

PF e Receita Federal caçam grupo suspeito de lavagem de dinheiro com criptomoedas

Policiais federais e auditores-fiscais se mobilizaram em quatro estados para cumprir mandados de prisão, busca e apreensão em um esquema de importações ilegais
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos