RODNEI DIAS EM VIDEO NO YOUTUBE
Ródnei Dias, divulgador da Trade na Mão (Imagem: Reprodução/Youtube)

“Eu tenho certeza de que quem der esse passo a mais comigo já vai estar lucrando de R$ 100 a R$ 300 por dia sem saber nada sobre o mercado financeiro”. Este texto foi encontrado em um dos banners de propaganda de um curso vendido pela “Trade na Mão“, empresa que vem recebendo denúncias de clientes.

A empresa, cuja sede fica em São José dos Pinhais, no Paraná, oferece cursos de day trade para o mercado financeiro através de seu administrador e garoto-propaganda Ródnei Dias, autoproclamado “trader profissional” e “mestre”.

Publicidade

Esses cursos, no entanto, têm dado dor de cabeça para os clientes — ou alunos — conforme registros de denúncias feitas no site de defesa do consumidor, Reclame Aqui, e também em redes sociais, como no Youtube.

As queixas são principalmente sobre a demora na entrega dos conteúdos, bugs em um “robô trader” chamado “Scalper Points”, falta de assertividade nos trades e também de suporte.

Além do robô, a empresa vende outros produtos, como um programa descrito como “GPS de mercado” chamado “Trade Points” e vários cursos, como o ‘Projeto Ganhos 21D’ (“21 dias para ganhar”). Em resumo, para adquirir o pacote na Hotmart o aluno pode gastar até R$ 2 mil.

Trade na Mão no Reclame Aqui

No portal Reclame Aqui, a empresa ‘Trade na Mão’ aparece como “não recomendada” e com a nota 2,9 em uma escala de 10. Nos últimos seis meses, a empresa já recebeu mais de 100 reclamações, sendo muitas delas respondidas com mensagens genéricas. 

Publicidade

Um cliente de Belo Horizonte (MG) registrou a seguinte queixa:

“A empresa Hotmart permite 7 dias para o cliente desistir do curso. Contudo, no período de 7 dias, Rodnei Dias não posta os conteúdos para os alunos conhecerem o curso”. “Tive prejuízo, não funciona”, reclamou outro cliente, de Salvador (BA). 

Outro reclamação vindo de Cabo Frio (RJ), afirma que o cliente comprou a ferramenta “Scalper Points” e só recebeu seis meses depois. Ele disse que para sua surpresa a ferramenta não funcionou.

“Tentei de todas as maneiras pedir o cancelamento da compra e a empresa se nega, dizendo que passou do prazo de 7 dias”, escreveu.

Em resposta, o Trade na Mão disse que a insatisfação do cliente era com uma ferramenta bônus e que “todas as dificuldades estão resolvidas”, conforme um comunicado em maio deste ano. No entanto, o cliente alegou que sua compra foi efetuada em dezembro de 2021.

Publicidade

Das reclamações mais recentes, um cliente de São Paulo reclamou da falta de suporte quando resolveu cancelar uma compra: “Vocês não respondem por whats e nem por e-mail, venho registrar por aqui o cancelamento da ferramenta Scalper Points e reembolso do valor no cartão de crédito”. Ele ressalta: “Quando se trata de cancelamento, ninguém te atende”.

Este cliente de Fortaleza (CE) diz que se não for atendido vai procurar o Procon; outro postou: “Cuidado! Comprei este curso com a ferramenta, fui enganado e tive prejuízo pois não funciona. Logo logo a Federal estará na casa deste [editado pelo Reclame Aqui]“.

(Fonte: Reclame Aqui

Youtuber procurou CVM

Nos últimos meses, o divulgador Ródnei Dias tem aparecido constantemente em propagandas do Trader na Mão no Youtube. Em sua conta pessoal no Instagram, ele faz a chamada: “Aprenda a ganhar dinheiro com o Day Trade!; Posto meus resultados todos os dias aqui!”. A conta do Trade na Mão no Instagram afirma que a plataforma possui mais de 20 mil alunos.

A Trader na Mão e Ródnei Dias também são alvo do youtuber Rogério Betin, que usa seu canal com quase 700 mil inscritos para denunciar golpes financeiros. Betin inclusive afirmou que procurou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por telefone para saber se Ródnei pode atuar como analista financeiro, registrando em seguida uma denúncia formal no órgão.

“O Ródnei está vendendo uma ferramenta onde ele promete lucros muito grandes, absurdos, no mercado financeiro”, diz Betin.

Vale lembrar que há cerca de dois anos o youtuber chegou a ser ameaçado por uma quadrilha após ter ajudado a polícia a desmontar um golpe chamado “123 Importados”, caso que repercutiu nacionalmente  quando foi parar nos jornais da TV.

Publicidade

Em seu último vídeo sobre o assunto, Betin afirma que foi expulso do curso e que a empresa lhe fez um reembolso mesmo sem ele ter pedido e ainda foi ameaçado de processo por conta de seus vídeos. “Fui expulso gente”, disse surpreso. Ele ainda revelou que após falar com alunos da primeira turma de um dos cursos do Trade na Mão, os alunos disseram “Ródnei sumiu” depois da campanha de venda.

Betin finaliza lendo um e-mail que recebeu da equipe de suporte do Trade na Mão e faz um resumo da situação. “Eu mostrei que o Ródnei enganou as pessoas na live”, ressalta.

Procurados para comentar o assunto, tanto a empresa Trader na Mão quanto Ródnei Dias não retornaram aos contatos nem às mensagens enviadas pela reportagem do Portal do Bitcoin via e-mail, em suas contas no Instagram e formulário online disponibilizado no site. Caso se manifestem, esta matéria será atualizada com suas posições.

Assista ao vídeo da denúncia:

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz