felippe barreto sims, golpe, criptomoedas
Filippe Barreto Sims (Fotos: reprodução/redes sociais)

Filippe Barreto Sims ganhou popularidade na internet com vídeos em que ensinava como ganhar dinheiro fácil com inteligência artificial. Nos bastidores, no entanto, ele recorria a estratégias ilegais para enriquecer.

O influencer, que se apresenta como especialista em tecnologia e empreendedorismo e tem mais de 30 mil seguidores nas redes sociais, foi preso na última semana acusado de roubar quase R$ 4 milhões em criptomoedas de um casal de idosos de Campo Grande (MS). Jair do Lago Ferreira Júnior, identificado como principal comparsa de Barreto, também foi preso, noticiou o G1.

Publicidade

As prisões aconteceram no âmbito da operação “Verbum Clavis” da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que cumpriu dois mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária nas cidades de Osasco (SP) e Curitiba (PR) na quinta-feira (29).

Os suspeitos conheceram as vítimas promovendo o serviço de assessoria de investimentos, com o qual iniciaram a relação de suposta amizade com o casal, revelou o delegado responsável pelo caso, João Paulo Sartori.

De acordo com nota oficial das autoridades, as investigações comprovaram que os acusados abusaram da relação de confiança que formaram com as vítimas para incentivá-las a darem acesso às palavras-chave de suas carteiras de criptomoedas.

Com as contas em mãos, a dupla deu o bote final e desviou cerca de R$ 3,6 milhões em criptomoedas para suas contas pessoais.

Publicidade

Após a denúncia do casal, a Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestro (Garras/MS) acionou o Núcleo de Operações com Criptoativos do Laboratório de Operações Cibernéticas (Ciberlab/MJSP) para auxiliar no rastreio das criptomoedas e identificação dos responsáveis.

“É exatamente nesse contexto que o Ciberlab desempenha um papel crucial, oferecendo apoio às polícias judiciárias estaduais na identificação dos criptoativos utilizados pelos criminosos como parte integrante das atividades ilícitas”, explicou o coordenador do Ciberlab, Alesandro Barreto.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

O Notcoin, jogo viral baseado no Telegram, lançará seu token na The Open Network um pouco mais tarde do que o esperado, após o halving do Bitcoin
Imagem da matéria: Mercado se anima com futuros de Bitcoin na B3, mas analistas apontam riscos para investidores iniciantes

Mercado se anima com futuros de Bitcoin na B3, mas analistas apontam riscos para investidores iniciantes

B3 lançou na última quarta o contrato futuro de Bitcoin, mas especialistas lembram que o produto oferece muitos riscos
moedas diversas caindo do céu

Binance anuncia nova plataforma de lançamento de tokens e airdrops 

Por meio da Megadrop, os usuários poderão se inscrever com BNB e concluir tarefas e obter acesso a tokens antes de eles serem listados na plataforma
Imagem da matéria: Patrocínios da Crypto.com podem atrair a SEC, mas risco vale a pena

Patrocínios da Crypto.com podem atrair a SEC, mas risco vale a pena

No Parque Hyatt, no centro de Paris, o presidente da Crypto.com, Eric Anziani, falou com o Decrypt sobre regulamentação e a expansão de sua exchange