Influencer de finanças Bruno Perini em vídeo no YouTube
Influencer Bruno Perini revela que fez investimentos em Bitcoin para os irmãos 

O influencer de finanças Bruno Perini, que é sócio do Grupo Primo e criador do canal “Você MAIS Rico”, no Youtube, revelou no último domingo (16) em um comentário no Instagram que o investimento que ele seguraria por 20 anos seria o Bitcoin (BTC).

O comentário de Perini foi uma resposta à pergunta do perfil Faria Lima Elevator, que tem mais de 500 mil seguidores no Instagram – Perini, tem 2,5 milhões. Ele afirmou ter feito uma poupança em Bitcoin para seus irmãos quando o BTC valia apenas R$ 12 mil.

Publicidade

“Se o seu filho nascesse hoje e você fosse investir em um ativo, para segurar por 20 anos, e depois transferir pra ele. Qual seria?” perguntou Faria Lima Elevator.

“Bitcoin (fiz isso para os meus irmãos quando custava R$ 12 k)”, respondeu o influencer.

Reprodução/Instagram

Perini recebeu tanto elogios quanto críticas. O usuário alvarojuan77, que comentou  “gosta de perder dinheiro”, foi rebatido em seguida por outro.

“To tentando entender: perder dinheiro COMO? O cara comprou Bitcoins por R$ 12k, que hoje valem R$ 150k (valorização de 1250% na minha conta de padeiro). COMO ele gosta de perder dinheiro??”, escreveu a usuária Tannile Niccioli

A última vez que o BTC esteve na casa dos R$ 12 mil foi em meados de 2017.

Bruno Perini posta vídeos regularmente sobre Bitcoin. Em um dos vídeos, inclusive, afirma ser um entusiasta da criptomoeda. Ele chegou a fazer 15 compras seguidas de BTC depois do mercado de baixa pós pandemia da covid19.

Publicidade

Formado em engenharia pelo Exército, Bruno Perini criou o canal Você Mais Rico para compartilhar suas experiências no mercado de ações, que começou praticamente junto com a carreira militar, aos 17 anos. Segundo uma publicação do site Suno, a fortuna do Bruno Perini alcançou o patamar de R$ 1 milhão antes dos seus 30 anos de idade.

Portanto, assim como o Primo Rico, Thiago Nigro, Bruno Perini também acredita nas finanças descentralizadas. Nigro, por exemplo, costuma fazer vídeos comentando seu portfólio de criptomoedas, voltado para Bitcoin e Ethereum. Ele chegou a vender ações para comprar cerca de R$ 1 milhão em ETH.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

O Bitcoin crescerá à medida que os bancos centrais se concentrarem em taxas de juros mais baixas em massa – com o Banco da Inglaterra em breve, prevê Hayes
notcoin jogo cripto telegram

Notcoin salta 10% após número de carteiras ativas diárias igualar com o Ethereum

Os jogos baseados em Telegram estão causando a explosão da The Open Network, com Notcoin liderando todo o mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
moeda de bitcoin exposta à frente de fundo escuro

Pesquisadores recuperam senha perdida há 11 anos de carteira com R$ 16 milhões em Bitcoin 

Contratada por um investidor, a dupla Joe Grand e Bruno fizeram engenharia reversa em um software para obter sucesso e restabelecer o acesso a 43,6 BTCs
mescla de dólares e moedas de bitcoin sobre a mesa

Fundos de criptomoedas captam US$ 2 bilhões na primeira semana de junho

EUA foram responsáveis por quase todo fluxo de entradas dos fundos de criptomoedas, enquanto o Brasil segue com terceiro melhor resultado no acumulado de 2024