Imagem da matéria: Índia vai propor lei para criminalizar posse e negociação de criptomoedas, diz Reuters
Foto: Shutterstock

O governo da Índia pretende propor um lei para criminalizar praticamente todo o setor de criptomoedas no país, de acordo com um funcionário do alto escalão do governo indiano que falou à Reuters sob anonimato em publicação no domingo (14). Segundo ele, que afirmou ter conhecimento direto do plano, a ação tem como objetivo proibir a posse, emissão, mineração, negociação e transferência de criptomoedas.

A medida está de acordo com a agenda do governo indiano de janeiro, que conta com o banimento das criptomoedas — menos a tecnologia adjacente do Bitcoin, Blockchain — para a construção de uma estrutura para uma moeda digital oficial. Eles lançaram inclusive consulta pública sobre um Plano Nacional de Blockchain elaborado pelo Ministério da Eletrônica e Tecnologia da Informação (MeitY).

Publicidade

Comentários recentes do governo, contudo, aumentaram as esperanças dos investidores de que as autoridades poderiam ser menos severas com o novo mercado em expansão. Conforme o funcionário, o projeto, que segundo ele estaria em estágios finais, daria aos detentores de criptomoedas até seis meses para liquidarem seus investimentos.

As autoridades estão confiantes na aprovação do projeto de lei, já que o governo do primeiro-ministro Narendra Modi detém uma maioria confortável no parlamento, disse a Reuters.

E acrescentou que se a proibição se tornar lei, a Índia será a primeira grande economia a tornar ilegal a posse de criptomoedas. A China, por exemplo, proibiu a negociação e baniu as exchanges.

Criptomoedas na Índia

Mesmo com as preocupações de um eventual banimento, o mercado cripto na Índia não para. Neste começo de ano, a exchange Unocoin, adicionou 20.000 usuários.

Publicidade

A discussão sobre o banimento das criptomoedas pelo governo da Índia acontece há pelo menos três anos, depois que o Bitcoin mostrou ao mundo seu maior potencial de mercado. Em maio de 2018, os detentores de bitcoin já sofriam com as investidas do governo ao mercado.

Aquela altura, o Banco Central da Índia já havia proibido os bancos do país de fornecer serviços a qualquer um que lidasse com criptomoedas, uma defensiva no que diz respeito ao uso de bitcoin para possíveis atividades ilegais.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: Mineração de Bitcoin poderia minimizar as mudanças climáticas, diz estudo

Mineração de Bitcoin poderia minimizar as mudanças climáticas, diz estudo

Estudo diz que parques eólicos e solares poderiam gerar milhões de dólares na fase pré-comercial, antes de serem conectados à rede
Imagem da matéria: Lei escrita totalmente pelo ChatGPT é sancionada em Porto Alegre

Lei escrita totalmente pelo ChatGPT é sancionada em Porto Alegre

O vereador Ramiro Rosário só revelou sua metodologia após o prefeito de Porto Alegre sancionar a lei
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 43 mil; CEO do JPMorgan diz que acabaria com as criptomoedas se tivesse poder 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 43 mil; CEO do JPMorgan diz que acabaria com as criptomoedas se tivesse poder 

Jamie Dimon, CEO do JPMorgan, disse a parlamentares dos EUA que fecharia a indústria cripto se fosse o governo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) mira US$ 39 mil após subir 10% no mês; Circle nega facilitar o financiamento de terrorismo 

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) mira US$ 39 mil após subir 10% no mês; Circle nega facilitar o financiamento de terrorismo 

O Bitcoin bateu a marca de US$ 38 mil pela terceira vez em sete dias, o que representa seu melhor desempenho desde maio do ano passado