Imagem da matéria: Homem pode pegar até 100 anos de prisão por roubar US$ 45 milhões em fraude de criptomoedas
Foto: Shutterstock

As autoridades norte-americanas formalizaram novas acusações contra um homem de Las Vegas que estava por trás da fraude de criptomoedas CoinDeal. O Departamento de Justiça dos EUA alegou na sexta-feira (19) que Bryan Lee, de 57 anos, trabalhou com outros cúmplices para roubar US$ 45 milhões de mais de 10 mil investidores enganados na fraude.

Os investigadores dizem que a CoinDeal era um esquema de investimento em tecnologia blockchain que envolvia uma nova criptomoeda e um projeto de metaverso. Eles prometiam retornos “extremamente altos” que investidores ricos estavam dispostos a se envolver, segundo o DOJ.

Publicidade

Em janeiro, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) disse que tudo não passava de um “esquema elaborado em que os réus enriqueceram enquanto fraudavam dezenas de milhares de investidores de varejo”. Na época, várias pessoas ligadas ao esquema foram acusadas de violar as leis de valores mobiliários.

Na sexta-feira, o DOJ anunciou novas acusações criminais, alegando que Lee e seu colega de trabalho Neil Chandran, preso no ano passado, se apropriaram indevidamente de milhões de dólares de fundos de investidores e os gastaram em carros de luxo e imóveis.

As acusações contra Lee são: uma acusação de conspiração, duas acusações de fraude postal, uma acusação de fraude eletrônica e três acusações de envolvimento em transações monetárias em propriedade derivada do crime.

100 anos de prisão

Se julgado culpado de todas as acusações, o americano pode ficar até 100 anos atrás das grades. São 20 anos de prisão por cada uma das acusações de fraude eletrônica, fraude postal e conspiração, e até 10 anos de prisão por cada acusação de envolvimento em transações monetárias ilegais, explicou o DOJ.

Publicidade

O escritório de campo do FBI em Washington está investigando o caso junto com os escritórios de campo do FBI em Las Vegas e Omaha.

Um outro homem envolvido no esquema chamado Michael Glaspie, se declarou culpado de uma acusação de fraude eletrônica e deve ser sentenciado em 16 de junho.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat
Mão sugere bater mertelo da justiça- em um fundo escuro o logo Google

Google processa criadores de apps de criptomoedas que enganaram mais de 100 mil usuários

Segundo o Google, os réus contaram várias mentiras para conseguir disponibilizar os aplicativos enganosos no Google Play
Imagem da matéria: O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

O que reguladores e exchanges estão fazendo para melhorar a confiança no mercado cripto

Entre propostas como segregação patrimonial e prova de reservas, exchanges prometem segurança de diferentes formas enquanto o mercado aguarda a regulação
Imagem da matéria: Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Grupo de bancos centrais lança projeto de tokenização para aprimorar sistema financeiro global

Projeto quer aproveitar contratos inteligentes e tokenização para acelerar os serviços que os bancos centrais oferecem às instituições financeiras globais