Imagem da matéria: Holanda revela por que prendeu desenvolvedor do Tornado Cash
(Foto: Shutterstock)

A agência de crimes financeiros da Holanda que prendeu um desenvolvedor de 29 anos na semana passada em conexão com o mixer de criptomoedas Tornado Cash afirmou que “ele é suspeito de envolvimento na ocultação de fluxos financeiros criminosos e facilitação de lavagem de dinheiro”.

Nesta terça-feira (16), Sam Canavos, do DeFi Education Fund, uma organização política sem fins lucrativos em defesa do setor de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na sigla em inglês), publicou, via Twitter, as respostas que afirmou ter recebido do Serviço de Investigações e Informações Fiscais da Holanda (ou FIOD).

Publicidade

“Entramos em contato com o FIOD na sexta-feira [12] e tornamos públicas todas as informações que recebemos dele”, disse Max Bernstein, líder de comunicações do DeFi Education Fund, em e-mail ao Decrypt. “Também não se negaram a responder diretamente nenhuma pergunta.”

O Tornado Cash é um aplicativo que ofusca transações do Ethereum, que se tornou popular com traders que desejam manter sua privacidade.

Porém, o governo americano disse que o projeto “repetidamente falhou em impor controles efetivos criados para impedir a lavagem de fundo por ciberagentes mal intencionados” e o Gabinete de Controle de Ativos Estrangeiros (ou OFAC) acrescentou dezenas de endereços de carteira cripto à sua lista de sanções no dia 8 de agosto.

O FIOD confirmou, em um comunicado à imprensa publicado na semana passada, que realizou uma prisão em relação ao Tornado Cash, mas se negou a confirmar se a pessoa sob custódia era o desenvolvedor Alexey Pertsev.

Publicidade

“Não posso confirmar o nome mencionado, então se você se referir à pessoa que foi presa na noite de quarta-feira, então posso te dizer que ele é suspeito de envolvimento em ocultação de fluxos financeiros criminosos e facilitação de lavagem de dinheiro”, disse um porta-voz da agência em resposta ao DeFi Education Fund.

O porta-voz da FIOD acrescentou que a agência não está trabalhando sob direção do Gabinete da Promotoria Holandesa, mas não está se articulando com o governo americano nem realizou a prisão por conta da proibição do Tornado Cash pelo OFAC.

Sanções ao Tornado Cash abalam a indústria de criptomoedas

TORN, o token nativo do aplicativo, sofreu seu primeiro grande impacto no dia em que o OFAC anunciou que foi acrescentado à lista de sanções, caiu de US$ 30,55 para US$ 22,02.

Nesta terça-feira, TORN está precificado em US$ 12,56, registrando uma queda de 58% desde que as sanções foram anunciadas.

Desde a semana passada, um número crescente de grupos de defesa cripto se opuseram à decisão do Departamento do Tesouro Americano em proibir o uso do Tornado Cash.

Publicidade

A Electronic Frontier Foundation, defensora de liberdades civis nos meios digitais, afirmou que “existem claras consequências à Primeira Emenda sempre que o governo inibe a publicação de códigos de computação em um site público”.

Enquanto isso, o grupo de especialistas Coin Center alega que o OFAC ultrapassou seus limites e “possivelmente viola direitos constitucionais do devido processo legal e da liberdade de expressão”.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é "provável", dizem fontes próximas à SEC

Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é “provável”, dizem fontes próximas à SEC

Fontes disseram à Fox Business que a SEC está se baseando em decisões judiciais recentes para dar o sinal verde aos ETFs de Ethereum