Imagem da matéria: Governo do Irã persegue mineradores de bitcoin por causa de apagões
Foto: Shutterstock

O governo do Irã afirmou que o país tem sofrido apagões de energia por causa da mineração de bitcoin e altcoins. A informação foi publicada pela Bloomberg na semana passada. O jornal The Washington Post divulgou uma reportagem sobre o caso na noite de sábado (15).

Na quarta-feira (13), segundo o The Washington Post, a empresa estatal de eletricidade do Irã, a Tavanir, fechou uma fazenda de mineração controlada por chineses e iranianos. O governo, segundo a reportagem, está investigando outras fazendas.

Publicidade

Já a Bloomberg informou, com base em notícias publicadas pela agência de notícias do Irã, que cerca de 6.000 máquinas de mineração foram recentemente confiscadas no país.

Problema é antigo

Especialista em criptomoedas ouvido pela reportagem do Washington Post disse que o país tem um sistema elétrico falho e que a falta de energia é um problema antigo.

“Os mineradores não têm nada a ver com os apagões. A mineração é uma porcentagem muito pequena da capacidade geral de eletricidade no Irã”, disse Ziya Sadr, pesquisador de criptomoedas, ao jornal.

“É um fato conhecido a má gestão e a situação terrível da rede elétrica no Irã. Os equipamentos desatualizados das usinas de energia no Irã não podem suportar a rede.”

Publicidade

Indústria de mineração de criptomoedas floresce no país

O Irã tem atraído fazendeiros de criptomoedas por causa do preço baixo de sua eletricidade, informou o especialista em moedas digitais, Ali Beikverdi, ao The Washington Post.

“Qualquer país que tenha eletricidade barata e uma vasta área seria um lugar perfeito para a mineração de bitcoin”, disse ele. “Na Coreia, não seria lucrativo porque eu teria que gastar muito dinheiro com eletricidade”, complementou.

Empresários e investidores também têm migrado para o setor de criptomoedas por causa das sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã, que ficou isolado das instituições financeiras globais tradicionais.

Governo tenta controlar mineradores

Por causa do fortalecimento do setor, o governo iraniano tenta controlar empresários. Em 2019, por exemplo, o Irã obrigou os fazendeiros a solicitar uma licença para operar ou importar computadores e equipamentos.

Publicidade

O governo também aprovou uma lei que limitou o uso de criptomoedas para financiar importações e exportações apenas do Banco Central do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto