Imagem da matéria: Banco Central do Irã muda regulação e permite uso do bitcoin para financiar importações
Foto: Shutterstock

O governo do Irã mudou sua legislação regulatória sobre criptomoedas para permitir que esses ativos sejam usados no financiamento de importações, conforme consta no site Iran Daily.

A alteração na regulamentação não vai se estender ao uso de criptomoedas para outros fins que não sejam exclusivamente para o financiamento de importações do Banco Central do Irã.

Publicidade

A matéria cita um relatório divulgado no sábado pelo IRNA (Islamic Republic News Agency) apontando que a nova regulação se deu após uma proposta conjunta do Banco Central do Irã e do Ministério de Energia iraniano.

As criptomoedas serão usadas em financiamento de importação num momento em que há maior pressão sobre o uso normal de moedas fortes pelo Irã. Ao invés de utilizar outras moedas fiduciárias como o dólar, a ideia deverá ser o de usar criptomoedas.

A medida pode ser uma saída para o Irã fugir das restrições impostas pelo governo dos Estados Unidos (EUA) ao uso da moeda norte-americana. 

De acordo com esse relatório, as pessoas que mineram esses criptoativos “devem fornecer a criptomoeda original diretamente e dentro do limite autorizado para os canais introduzidos pelo Banco Central iraniano”.

Publicidade

Haverá, contudo, um limite legal para a quantidade de criptomoeda para cada minerador, o qual dependerá do nível de energia subsidiada usada para mineração. É nesse ponto que entra o Ministério da Energia iraniano, o qual irá publicar instruções que servirão de base para se medir esse nível de energia subsidiada pelo país para os fins de mineração de criptomoedas. 

Irã e as criptomoedas

Essa decisão representa uma mudança radical no campo regulatório de criptomoedas no Irã. No ano passado, o país havia tornado a mineração ilegal por meio do uso de eletricidade altamente subsidiada levou a uma ofensiva nacional contra os mineradores. Essa medida, porém, durou só um mês, conforme noticiado pela Aljazeera.

O governo iraniano aos poucos tem mudado a sua visão sobre o uso de criptomoedas. E 2019 representou um ano de mudanças. Além de voltar na decisão de proibir a mineração, o país legalizou o comércio de moedas criptografadas como o Bitcoin por meio de uma regulamentação anunciada em agosto do ano passado.

Isso, porém, não significa que o Irã não esteja acompanhando de perto os possíveis impactos que a criptomoeda pode causar no comércio e até na situação econômica do país.

Publicidade

De acordo com uma matéria ainda publicada em janeiro pela Foreign Policy, a ideia de usar Bitcoin ou outra criptomoeda é uma resposta às imposições econômicas dos EUA contra o país. O irã já vem estudando o uso desses ativos como forma de escapar das pressões dos EUA há pelos menos dois anos. 

Assim como China e Rússia, o Irã também planeja introduzir seu próprio dinheiro digital. Em julho de 2018, o governo deixou claro que pretende ter uma criptomoeda própria e que vem estudando soluções em Blockchain.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120