Imagem da matéria: Governo de Bermudas autoriza corretora de criptomoedas Bittrex a operar no país
Foto: Shutterstock

A Bittrex, exchange de criptomoedas sediada nos EUA, recebeu o aval Autoridade Monetária de Bermuda (BMA) e deve começar a operar no país ainda este ano, segundo comunicado da empresa na quarta-feira (30).

“Muitos governos ao redor do mundo têm se arrastado para regular negócios com ativos digitais e criptomoedas, mas Bermudas tem sido um dos líderes em inovação regulatória”, escreveu a empresa.

Publicidade

De acordo com o anúncio, além da negociação de criptomoedas, a empresa também vai oferecer serviços digitais adicionais ao longo do tempo, como contratos futuros.

No entanto, alguns produtos que serão oferecidos ainda estarão sujeitos à aprovação da BMA. O que atraiu a Bittrex a Bermudas foi justamente a regulamentação do setor.

Segundo a empresa, o ponto forte de Bermudas é sua inovadora Lei de Negócios de Ativos Digitais (DABA), aprovada em 2018.

Lá a Lei fornece uma estrutura abrangente para a regulamentação e supervisão de serviços financeiros com criptomoedas, incluindo emissão, venda e resgate de ativos digitais, operações de câmbio e serviços de custódia.

Publicidade

Outro ponto importante, é sobre a supervisão e a proteção aos clientes que a DABA oferece em Bermudas que ao mesmo os protege contra atividades criminosas internacionais de acordo com os padrões da Força Tarefa de Ação Financeira (FATF).

“Com esta licença, esperamos oferecer serviços de ativos digitais novos e inovadores”, reforçou a empresa no Twitter.

Governo elogiou Bittrex

Para o CEO da Bittrex Global, Tom Albright, toda a criptoeconomia está voltada para o futuro.

“Trabalhar com o Governo das Bermudas e a BMA, ou seja, participar de mais uma comunidade regulada, é extremamente empolgante e um passo importante para aumentar o engajamento às criptomoedas”, disse no comunicado.

Edward David Burt, premier das Bermudas, comentou sobre a atratividade que o governo e BMA proporcionaram ao setor.

Segundo ele, ter atraído a Bittrex Global para as Bermudas foi uma conquista significativa e resultado da clareza regulatória ideal e de sua flexibilidade que permite inovação rápida.

Operações em Bermudas

De acordo com o comunicado, a empresa já está em processo de abertura do seu escritório nas Bermudas. À princípio, disse, vai contratar até três pessoas ainda em 2020. segundo a empresa, à medida em que a Bittrex for deslanchando novas contratações virão.

Publicidade

“A Bittrex Global está bem posicionada para cumprir a promessa de como os ativos digitais vão remodelar nosso sistema financeiro global e as Bermudas desempenham um papel importante nessa história”, acrescentou o Premier Burt.

Gestora brasileira em Bermudas

No mês passado, a Hashdex, gestora brasileira de fundos com exposição em criptomoedas, também obteve uma aprovação para oferecer um produto em Bermudas.

A Bolsa de Valores de Bermudas (BSX) deu aval para o seu lançamento ‘Hashdex Nasdaq Crypto Index ETF’, que será listado por meio de sua corretora Clarien BSX Services.

Assim como a Bittrex, a Hashdex elogiou a legislação pró-ativos digitais de Bermudas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin voltam a captar mais US$ 100 mi por dia nos EUA; Ex-diretor da FTX pede 18 meses de prisão

Mercado também começa a se preparar para veredito final da SEC sobre os ETFs de Ethereum à vista
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX