Imagem da matéria: Globo vai mostrar relação de bitcoin com caso de tráfico internacional de cocaína
(Imagem: Reprodução/G1)

O Fantástico, programa semanal da rede Globo, vai mostrar neste domingo (24) uma reportagem sobre duas megaoperações contra o tráfico internacional de cocaína e uma delas pode estar relacionada à lavagem de dinheiro com Bitcoin.

Em um vídeo de chamada para a atração, publicado na última quinta-feira (21), imagens sugerem que a Globo vai expor a relação da maior criptomoeda do mundo, Bitcoin, com o tráfico e lavagem de capitais.

Publicidade

No vídeo, a apresentadora Poliana Abritta comenta imagens de operações feitas com helicópteros. Mostra também policiais recolhendo material supostamente ilícito da fuselagem de uma aeronave em um hangar.

Um embrulho no formato de tijolo é mostrado com a logomarca do Bitcoin, ‘₿’.

Segundo a apresentadora, uma quadrilha usava aviões de luxo para levar a mercadoria para a Europa. “Em um desses aviões, a polícia encontrou quase 600 quilos de cocaína”, concluiu.

O Bitcoin surgiu como uma moeda capaz de ser transferida de pessoa para pessoa sem passar por um intermediador, ou seja, possui um sistema descentralizado e anônimo.

No entanto, as transações são rastreáveis através de blockchain, o que facilita para a polícia especializada em localizar o dono da carteira.

Publicidade

Apesar de ser um processo complexo, entidades como o FBI, por exemplo, têm tido sucesso no rastreamento de criptomoedas usadas por traficantes e hackers.

VOCÊ PODE GOSTAR
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional
Vitalik-Buterin-Ethereum

Vitalik Buterin se torna defensor do “comunismo degenerado”; entenda

Para o criador do Ethereum, o “comunismo degen” abraça abertamente o caos, mas ajusta regras e incentivos para fazer com que as consequências do caos estejam alinhadas com o bem comum
Imagem da matéria: Litecoin dispara 21% após ser classificado como commodity pelos reguladores dos EUA

Litecoin dispara 21% após ser classificado como commodity pelos reguladores dos EUA

O Litecoin foi a segunda criptomoeda que mais valorizou na sexta, atrás apenas da memecoin Dogwifhat (WIF)
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional