Imagem da matéria: Gestora com US$ 20 bi sob gestão aloca parte de fundo em bitcoin
Foto: Shutterstock

A gestora de ativos Ruffer Investment Company é a mais recente empresa de “finanças tradicionais” a entrar investir em Bitcoin.

A empresa com sede em Londres disse hoje em uma atualização aos acionistas que alocou 2,5% de seu Fundo Multi-Estratégias para Bitcoin.

Publicidade

De acordo com Ruffer, o Bitcoin será a graça salvadora quando as principais moedas do mundo perderem valor.

“Vemos isso [investimento em Bitcoin] como uma apólice de seguro pequena, mas potente, contra a contínua desvalorização das principais moedas do mundo”, disse a empresa na nota.

“O Bitcoin diversifica os investimentos (muito maiores) da empresa em ouro e títulos indexados à inflação e atua como uma proteção para alguns dos riscos monetários e de mercado que vemos.”

Ruffer administra cerca de US$ 20,3 bilhões em ativos. Seus clientes são principalmente pessoas físicas e famílias, fundos de pensão e instituições de caridade, de acordo com seu site.

Seu Fundo Multi Strategies tem cerca de US$ 620 milhões em ativos – o que significa que cerca de US$ 15,5 milhões seriam alocados para o Bitcoin.

Publicidade

A empresa é a última de uma série recente de empresas tradicionais de investimento e tecnologia a proteger seu capital com Bitcoin. Em junho, a empresa de software de business intelligence MicroStrategy deu o pontapé inicial ao anunciar que colocaria grande parte de seus ativos de reserva em Bitcoin. Ao todo, a empresa agora tem mais de meio bilhão de dólares em Bitcoin.

Em outubro, a Square investiu US$ 50 milhões em Bitcoin. E na semana passada, MassMutual anunciou que comprou US$ 100 milhões em Bitcoin.

Wall Street e os fundos de hedge em todo o mundo estão se interessando pela moeda porque a veem como um ativo alternativo útil – assim como o ouro.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento