Imagem da matéria: Fundador da BitConnect é indiciado por pirâmide de US$ 2,4 bilhões
Foto: Shutterstock

O Departamento de Justiça dos EUA revelou hoje na sua acusação contra Satish Kumbhani, fundador da extinta plataforma de criptomoeda BitConnect. De acordo com a acusação, Kumbhani e seus co-conspiradores obtiveram aproximadamente US$ 2,4 bilhões de investidores em um esquema Ponzi.

Kumbhani está foragido.

Publicidade

O governo está acusando Kumbhani de conspiração para cometer fraude eletrônica, conspiração para cometer manipulação de preços de commodities, operação de um negócio de transmissão de dinheiro não licenciado e conspiração para cometer lavagem internacional de dinheiro.

A acusação diz que a BitConnect operou como um esquema Ponzi, pagando os primeiros investidores da BitConnect com dinheiro coletado de investidores mais novos. O governo alega que Kumbhani, de 36 anos, enganou os investidores sobre a “plataforma de empréstimos” da BitConnect, divulgando sua suposta tecnologia proprietária, incluindo um “BitConnect Trading Bot” e “Volatility Software”.

De acordo com a acusação, Kumbhani afirmou que o bot de negociação e o software de volatilidade da BitConnect poderiam gerar lucros substanciais; o projeto supostamente garantia retornos usando o dinheiro dos investidores para negociar em mercados voláteis de câmbio de criptomoedas.

A acusação também alega que Kumbhani direcionou sua rede de promotores para manipular de maneira e sustentar o preço da moeda digital da BitConnect, BitConnect Coin (BCC), para criar a falsa aparência de demanda legítima do mercado por BCC.

Além disso, Departamento de Justiça afirma que Kumbhani e seus co-conspiradores ocultaram a localização dos lucros da fraude misturando, circulando e trocando os fundos por meio de um conjunto de carteiras e trocas de criptomoedas com base internacional.

Publicidade

Lançado em fevereiro de 2016, o BitConnect foi fortemente promovido nas mídias sociais e no YouTube e, em dezembro de 2017, sua moeda estava sendo negociada a uma alta histórica de US$ 463,31, de acordo com o CoinMarketCap. Hoje, a BitConnect Coin está avaliada em cerca de US$ 0,67.

A queda de preços da BitConnect começou durante a crise de criptomoedas do final de 2017 ao início de 2018. Em janeiro de 2018, Texas e Carolina do Norte emitiram avisos de cessação e desistência à BitConnect, exigindo que ela parasse de oferecer seus serviços aos residentes. Quando a BitConnect anunciou que estava encerrando sua plataforma de empréstimos, ofereceu pagar aos investidores, mas em vez de sacar o Bitcoin investido, a plataforma enviou aos investidores BCC.

Em setembro de 2021, o morador de Los Angeles Glenn Arcaro – um promotor do BitConnect que encaminhou outros para o programa – se declarou culpado em tribunal federal por sua participação no que o Departamento de Justiça chamou de “uma conspiração maciça envolvendo o BitConnect”, que enganou os investidores sobre o suposto tecnologia proprietária, fraudando investidores dos Estados Unidos e do exterior.

“O Gabinete do Procurador dos EUA e nossos parceiros de aplicação da lei estão comprometidos em buscar justiça para as vítimas de fraude de criptomoeda”, disse o procurador dos EUA para o Distrito Sul da Califórnia Randy Grossman.

Se condenado por todas as acusações, Kumbhani enfrenta uma pena máxima de 70 anos de prisão.

*Traduzido e editado por com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

O ex-ministro Tareck El Aissami foi preso por participar de esquema que desviou US$ 15 bilhões da venda de petróleo usando criptoativos
Imagem da matéria: Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

O famoso entusiasta do Bitcoin veio ao Brasil para participar de um evento fechado com clientes do Itaú
Imagem da matéria: Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por "cruz da morte"; entenda os efeitos

Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por “cruz da morte”; entenda os efeitos

A “cruz da morte” poderá frear os avanços do Ethereum e demais altcoins
Imagem da matéria: Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

O jogador do Atlético Mineiro está desde o ano passado atrás dos valores investidos na WLJC Gestão Financeira através de Bigode