Logotipo e nome Ethereum em arte 3D circular co tons de roxo e azul
Foto: Shutterstock

A Fundação Ethereum anunciou na noite de sexta-feira (24) que duplicou o valor das recompensas para quem encontrar bugs na rede antes de sua próxima atualização, a Shanghai, passando de US$ 250 mil para até US$ 500 mil. O fork, que permitirá retirada de ethereum (ETH) em staking na rede, deverá ocorrer nas primeiras semanas de abril.

“Todos os contratos relacionados a Shapella atualmente recebem um multiplicador de bônus de 2x (até 500.000 USD) até 5 de abril de 2023”, diz um aviso em destaque na página da instituição.

Publicidade

O termo ‘shapella’ se refere às duas atualizações que vão ocorrer simultaneamente: Shanghai Fork — atualizações na camada de Execução do Ethereum; e Capella Fork — atualizações na camada de Consenso do Ethereum. Por isso a fusão dos dois nomes tem sido usada frequentemente nesses dias que antecedem as mudanças na rede.

A iniciativa mostra o quanto os responsáveis pela rede estão dispostos a encorajar os caçadores de bugs, principalmente os denominados “hackers do bem” (do inglês “white-hat hackers”). Vale lembrar que as recompensas são pagas de acordo com o nível de risco encontrado e reportado à instituição.

“Recompensas maiores são pagas por envios claros e bem escritos”, diz um trecho das regras de recompensa. O texto também ressalta que “páginas da web, dns, e-mail, etc., não fazem parte do escopo da recompensa”.

Atualização Shanghai

A principal motivação para o fork Shanghai-Capella é permitir a liberação de saques de ethers travados para validação na Beacon Chain, porém, outras EIPs (Ethereum Improvement Proposal) menores também serão incluídas nesse pacote.

Publicidade

Desde que o Ethereum começou a fazer a transição para um modelo proof-of-stake (PoS) — no qual as transações do Ethereum são validadas por usuários que fizeram stake de ETH na rede — esses mesmos usuários acumularam recompensas por sua participação na rede na forma de ETH recém-gerado.

Esses fundos e as recompensas que geraram, no entanto, ainda não estão disponíveis para retirada. Possibilitar que os usuários do Ethereum retirem seu ETH em stake é o principal componente da Shanghai.

Fundação Ethereum ofereceu US$ 1 milhão por bug

Nos dias que antecederam a atualização The Merge (a Fusão), que ocorreu em setembro do ano passado, a Fundação Ethereum quadruplicou o valor da recompensa — de US$ 250 mil para até US$ 1 milhão.

O fork serviu para mudar o método de validação da rede, ou seja, saiu o Proof of Work (PoW), ou ‘Prova de Trabalho’ em português, para dar espaço ao Proof of Stake (PoS), ou ‘Prova de Participação’.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor
Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

A big tech revelou o Copilot+ PC “projetado para IA” que recorda tudo o que é exibido na tela do seu computador
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”