Imagem da matéria: Fornecedora de stablecoin Circle é avaliada em US$ 9 bilhões após renovação de acordo para IPO
Foto: Shutterstock

Em quase seis meses, a Circle basicamente duplicou sua avaliação.

Anunciada nesta quinta-feira (17), a avaliação mais recente de US$ 9 bilhões acontece após a empresa divulgar os novos termos com a empresa “cheque em branco” (ou SPAC, na sigla em inglês) Concord Acquisition Corp.

Publicidade

Uma SPAC é constituída com o único propósito de arrecadar capital por meio de uma oferta pública inicial (ou IPO) para adquirir ou se fundir com uma empresa existente – neste caso, a Circle.

Em julho de 2021, a Concord e Circle haviam anunciado planos de serem lançadas em bolsa, avaliando a fornecedora de stablecoin em US$ 4,5 bilhões.

Todos os mesmos membros do acordo original estão envolvidos. As duas empresas apenas atualizaram os termos, substituindo o acordo do ano passado.

Em um comunicado de imprensa da Circle, a mais nova avaliação é, em parte, devido ao crescimento contínuo da USDC, sua stablecoin lastreada em dólar.

A atual capitalização de mercado da USDC é de quase US$ 53 milhões, de acordo com dados fornecidos pelo site CoinGecko. Em julho de 2021, quando Circle e Concord haviam firmado o acordo, esse número era de US$ 25 milhões – quase metade do valor atual.

Publicidade
A capitalização e mercado da USDC entre 18 de fevereiro de 2021 e 17 de fevereiro de 2022 (Imagem: CoinGecko)

Bob Diamond, presidente da Concord Acquisition Corp. e CEO do Atlast Merchan Capital, disse que a avaliação atualizada é graças, em parte, ao crescimento da Circle.

“O rápido crescimento e a liderança a nível mundial da Circle são ressaltados por uma mentalidade focada em regulação para criar confiança e transparência nos mercados globais. Acreditamos que nosso acordo é atrativo porque preserva a capacidade dos stakeholders da Concord participarem de uma transação com essa ótima empresa”, afirmou Diamond.

Apesar desse crescimento impressionante, a USDC ainda está em segundo lugar em relação à USDT da Tether que, atualmente, comanda uma capitalização de mercado de quase US$ 79 bilhões.

É a maior stablecoin da indústria mas, assim como a USDC, recebe bastantes críticas.

Críticas às stablecoins da Circle e da Tether

As duas maiores fornecedoras de stablecoins do setor cripto são alvo de ataques por suas afirmações de que cada dólar digital que flutua pelo mercado tem paridade a um dólar em espécie.

Publicidade

Porém, em julho de 2021, a Circle revelou que apenas 61% das reservas de suas stablecoins na época eram mantidas em dinheiro em espécie ou seus equivalentes.

Os 39% restantes eram compostos de uma mistura de títulos do tesouro americano, certificados de depósito (ou CDs), notas comerciais e diversos títulos.

Composição das reservas da stablecoin USDC (Imagem: Circle)

Tether também não se deu muito bem. Quase na mesma época, a revelou que apenas 10% de suas reservas na época estavam dinheiro físico.

Preocupações sobre essas reservas, bem como o crescimento meteórico da indústria de stablecoins, também atraíram atenção de reguladores em Washington.

Em janeiro, o Decrypt noticiou que a administração Biden está trabalhando para forçar empresas de stablecoin a seguirem as mesmas regras de grandes bancos do país.

Publicidade

No entanto, por enquanto, essas preocupações regulatórias não parecem estar afetando os planos de negócio da Circle.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trump promete reverter prisão perpétua de Ross Ulbricht; criador do Silk Road agradece

Trump promete reverter prisão perpétua de Ross Ulbricht; criador do Silk Road agradece

“Depois de 11 anos na prisão, é difícil expressar como me sinto neste momento”, escreveu Ulbricht
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin