Estudantes em frente ao computador
Shutterstock

A Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP) vai começar a receber inscrições para a 3ª edição do Desafio de Dados (Datathon) a partir da próxima quinta-feira (1). A iniciativa, que premia em até R$ 8 mil reais os vencedores, tem como objetivo fomentar estudos e atividades envolvendo criptomoedas e promover a integração de alunos de graduação de todo o Brasil.

O Datathon é uma competição on-line em que cada equipe é desafiada a trabalhar em problemas do mundo real em temas relacionados às criptomoedas que serão fornecidos no dia de abertura do evento. “Haverá um comitê que analisará as soluções enviadas pelos grupos e selecionará as equipes vencedoras”, diz a nota da organização.

Publicidade

Nesta terceira edição, o desafio começa no dia 10 de outubro. Segundo informações do evento, a iniciativa tem apoio da Ripple, University Blockchain Research Initiative (UBRI), Hashdex, QR Asset, GV Code, USP-UBRI e Portal do Bitcoin.

Regulamento

Para se inscrever no Datathon, as equipes devem ser compostas por no mínimo três e máximo cinco integrantes, “todos regularmente matriculados em algum curso de graduação no Brasil”. Segundo a organização, serão selecionadas no máximo 20 equipes participantes.

“Em caso do número de equipes inscritas superar o número de vagas, além do critério de qualificação dos membros, dar-se-á preferência pela diversidade regional e pela participação de minorias tipicamente pouco representadas no ecossistema de criptomoedas (como gênero feminino, por exemplo)”, diz a nota da EESP.

As equipes vencedoras receberão um total de R$ 15 mil, distribuídos da seguinte forma: R$ 8 mil, R$ 5 mil e R$ 2 mil, respectivamente para o 1º, 2º e 3º lugar, além de um certificado.

Publicidade

Além disso,  serão ofertadas vagas gratuitas para os cursos Blockchain (45h) e Criptofinanças (45h), do Mestrado Profissional em Finanças e Economia da FGV EESP, com início das aulas previsto para o 1o e 3o trimestres de 2023, respectivamente. As vagas, porém, serão distribuídas de acordo com suas disponibilidades. Clique aqui para mais informações e ler o regulamento.

Evento: Datathon

Inscrições: de 01/09 a 11/10

Início: 14/10

Local: On-line, via Zoom

Edições anteriores do desafio FGV

Na segunda edição do desafio, que ocorreu no ano passado com encerramento em dezembro, quem levou o prêmio máximo de R$ 8 mil foi a equipe FGV Crypto com o projeto “Estratégia de investimento não-direcional utilizando opções de criptoativos”.

O projeto foi baseado em um modelo de compra e venda de criptomoedas que minimiza o problema da volatilidade.

Na primeira edição, que ocorreu entre agosto e  setembro de 2020, os times finalistas foram: EvolvingChain; Pirates.py; Grupão. Eles desenvolveram suas soluções em temas como previsão, detecção de atividades ilícitas, lei do preço único e pump and dump. 

Esse é o melhor momento da história para investir em cripto! E agora, você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Inscreva-se aqui

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Arthur Inc lança uma nova operação  de mineração de Bitcoin nos Estados Unidos

Arthur Inc lança uma nova operação de mineração de Bitcoin nos Estados Unidos

Área de 6.800 m² possui capacidade energética 15MW, equivalente ao abastecimento energético de oito shoppings center de grande porte
Imagem da matéria: LayerZero fará airdrop para 1,2 milhão de usuários; veja se você pode ganhar tokens de graça

LayerZero fará airdrop para 1,2 milhão de usuários; veja se você pode ganhar tokens de graça

Um bilhão de tokens serão emitidos pela LayerZero, com 23,8% indo diretamente para a comunidade e desenvolvedores
Logotipo da LayerZero em branco no fundo preto

Binance e UpBit listam LayerZero (ZRO) nos pares com Bitcoin e stablecoins

A Fundação LayerZero também lançou ontem um site de checagem de elegibilidade do airdrop para 1,2 milhão de usuários; prazo encerra hoje
Imagem da matéria: Gêmeos Winklevoss doam US$ 2 milhões em Bitcoin a Trump para combater "guerra às criptomoedas"

Gêmeos Winklevoss doam US$ 2 milhões em Bitcoin a Trump para combater “guerra às criptomoedas”

Os cofundadores da Gemini disseram que ficaram do lado de Donald Trump e doaram Bitcoin para derrubar a campanha de reeleição do presidente Biden