Imagem da matéria: Evento em Brasília vai discutir regulamentação do mercado de criptomoedas

Em 26 de junho, Brasília (DF) vai receber o ‘Master Seminars’, um evento sobre blockchain e criptomoedas organizado pela Blockmaster. Segundo comunicado de imprensa, será discutido o futuro do ecossistema brasileiro de blockchain e criptoativos com especialistas do setor criptoeconômico.

A Blockmaster, empresa que promove o desenvolvimento do mercado por meio da geração de conteúdo e networking, comunicou que o evento deve reunir cerca de 200 pessoas, entre elas, alguns dos principais especialistas em tecnologias emergentes.

Publicidade

Conforme a nota, também estarão presentes representantes do setor privado para discutirem temas como empreendedorismo, investimentos, segurança e novas tecnologias.

De acordo com Lizzy Zanlutti, fundadora e CEO da Blockmaster, o atual momento do mercado é mais que propício para o acontecimento.

“Neste ano, mais do que nos anteriores, as atenções do setor estão voltadas para a Capital Federal, por conta da expectativa do desenvolvimento e aprovação de uma regulamentação específica para o setor”, disse.

Para ela, regulamentar o novo mercado é o mesmo que impulsionar o crescimento da indústria e consequentemente, com a inovação, promover o emprego e inserir definitivamente o Brasil na rota dos investimentos globais.

Publicidade

No entanto, o foco do evento não será somente na potencial regulamentação do mercado de criptoativos, vai além, diz a nota.

Isto porque, por ser Brasília a sede dos poderes e concentrar os principais órgãos da administração direta e indireta, a Capital também tem um papel de protagonista no uso da tecnologia Blockchain no setor público.

“Os principais cases serão apresentados durante o evento. É uma grande oportunidade de difundi-los, fazendo com que sirvam como benchmark para novas iniciativas ao redor do país”, explicou Zanlutti.

Segundo o texto, o evento vai servir como aquecimento do Fórum Blockmaster e da Blockchain Week que também já estão próximos de acontecer — no mês de agosto.

Publicidade

Ingressos e participantes

Os dois primeiros lotes de ingressos com valores promocionais já foram encerrados, segundo o site da organizadora. No entanto, os interessados poderão comprar suas entradas até o dia do evento ao valor de R$ 159 ou o mesmo valor convertido em criptomoeda.

No comunicado, a Blockmaster confirmou a participação de Fernando Furlan, presidente da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB), Natália Garcia, vice-presidente da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto), Marco Tulio da Silva Lima, gerente de produto blockchain no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Saint Clair Izidoro, CEO da 3xBit e José Artur Ribeiro, CEO da Coinext.

O ‘Master Seminars – Edição Brasília’ vai acontecer das 9h às 18h do dia 26 de junho no Royal Tulip Brasília Alvorada, que fica no SHTN Trecho 1 Blocos C Conj. 1, em Asa Norte, Brasília.

Mais informações podem ser obtidas no site da organização blockmaster.com.br.

Clique aqui e siga o Portal do Bitcoin no Instagram

VOCÊ PODE GOSTAR
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM