Imagem da matéria: EUA processam corretora que converteu criptomoedas de clientes em Doge e travou saques
Imagem: Facebook Dogecoin/Reprodução

A procuradora-geral de Nova York, Letitia James, entrou com uma ação contra a exchange de criptomoedas Coinseed após receber várias denúncias de fraude, publicou o gabinete na última sexta-feira (07). De acordo com o processo registrado na Suprema Corte do estado no dia anterior, a plataforma negociou, sem permissão, os fundos dos clientes em Dogecoin (DOGE), além de travar saques e bloquear negociações.

“Desde 16 de abril de 2021, o Gabinete do Procurador-Geral recebeu dezenas de reclamações de investidores descrevendo que os réus conduziram essas negociações não autorizadas e transferiram todos os ativos do investidor para Dogecoin”, diz um trecho do processo registrado no último dia 06.

Publicidade

Em comentário na nota, James reforçou: “Plataformas de negociação de moeda virtual não regulamentadas e fraudulentas não têm lugar em Nova York”. 

Outro trecho do processo relata o caso de uma das vítimas da Coinseed. De acordo com o texto, em 17 de abril, o gabinete recebeu uma reclamação de um investidor que teve todo seu fundo revertido para Dogecoin. A ação fez com que seus cerca de US$ 20 mil caíssem para apenas US$ 7 mil.

Oferta irregular chamou atenção de regulador

A ação contra a Coinseed visa não só interromper os serviços da plataforma e proteger os fundos dos usuários, mas também levar ao tribunal seus dois principais executivos, incluindo o fundador e CEO, Delgerdalai Davaasambuu. Em fevereiro, eles também viraram alvo da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) por suposta oferta irregular do token CSD — cuja arrecadação foi na casa dos US$ 140 mil — e também por informações falsas sobre a experiência de seus executivos.

De acordo com a procuradora, mesmo com a abertura do processo na SEC, a Conseed continuou a operar ilegalmente, mantendo os fundos dos investidores como reféns e conduzindo negociações não autorizadas enquanto esgotava contas e transferia moeda virtual para uma plataforma de negociação offshore e não regulamentada.

Publicidade

Por fim, a ação pede ao Tribunal nova-iorquino que emita uma ordem de restrição temporária e uma liminar, bem como nomeie um administrador judicial para supervisionar todos os ativos da Coinseed, como um esforço para salvaguardar os investimentos à medida que corre o processo.

Por que Dogecoin

As transações irregulares alegadas pelos clientes da Coinseed podem ter um motivo, que foi a grande valorização do Dogecoin nos últimos meses, apoiada inclusive por Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX.

Para se ter ideia, só de ter sido anunciada a participação de Musk em um programa de TV, também na semana passada, a Dogecoin bateu recorde histórico e por pouco não se tornou a terceira maior criptomoeda em valor de mercado.

Em resumo, a criptomoeda meme explodiu no mercado, chamando a atenção globalmente. Um executivo do Goldman Sachs, por exemplo, pode ter pedido demissão após faturar milhões investindo em Dogecoin (Doge), de acordo com um site de carreiras.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

Token Friend.tech cai 22% depois de críticas à saída da Base para uma nova blockchain

As notícias sobre os planos da Friend.tech de lançar uma blockchain para projetos sociais descentralizados não foram bem recebidas
Imagem da matéria: Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

David Hirsch, que liderou a Unidade de Criptoativos e Cibernética da SEC na Divisão de Execução, deixou a agência após servir por nove anos
Imagem da matéria: Binance lança programa de airdrops para detentores de BNB

Binance lança programa de airdrops para detentores de BNB

Detentores de BNB receberão tokens de projetos selecionados que estão se preparando para serem lançados na Binance
Baleia

Baleias lucram US$ 1,2 bilhão em duas semanas com vendas de Bitcoin

As baleias estão vendendo BTC com mais força do que nunca, o que pode influenciar na queda da criptomoeda