Imagem da matéria: "Eu não odeio os NFTs Bored Apes", diz criador do Ethereum
(Foto: Shutterstock)

Vitalik Buterin, criador do Ethereum, está na capa da nova edição da Time. Sua grande entrevista da semana passada fez com que pessoas falassem sobre suas preocupações em relação ao futuro do ecossistema cripto.

Uma citação que ganhou força nas redes sociais é sobre o auge do mercado de tokens não fungíveis (NFTs), que gerou cerca de US$ 25 bilhões de volume negociado apenas em 2021.

Publicidade

“O perigo é que você tem esses macacos de US$ 3 milhões, o que se torna um tipo diferente de aposta”, disse ele à Time sobre a especulação no mercado NFT. “Definitivamente existem muitas pessoas que estão apenas comprando iates e lamborghinis.”

De acordo com a revista Time, Buterin estava se referindo ao Bored Ape Yacht Club, uma das coleções NFT do Ethereum mais populares no mercado.

Embora alguns tenham interpretado seu comentário como algo contra ao projeto ou NFTs de alto valor como um todo, ele esclareceu seus sentimentos no Twitter nesta terça-feira (22).

“Não odeio Apes. Só quero que financiem bens públicos!”, respondeu Buterin a Neeraj Agrawal, diretor de comunicações do Coin Center, grupo de consultoria com sede na capital americana de Washington, que havia tuitado: “Bem-vindo ao [grupo de] ódio aos Apes, Vitalik”.

Publicidade

No setor cripto, “bens públicos” se referem à tecnologia e infraestrutura de código aberto que podem beneficiar qualquer pessoa. Buterin já debateu bastante esse assunto e acredita que o ecossistema Ethereum deve apoiar iniciativas que ajudem a fomentar o setor.

Para promover esse objetivo, Buterin codesenvolveu o conceito de “financiamento quadrático”, que amplifica doações para que projetos com mais apoiadores tenham uma participação maior dos fundos correspondentes e disponíveis.

É um modelo usado pelo Gitcoin, o principal projeto de bens públicos do ecossistema Ethereum. Até hoje, o Gitcoin rapidamente ajudou a arrecadar mais de US$ 55 milhões para iniciativas de bens públicos.

“Afinal, o objetivo de cripto não são jogos com imagens de macacos que valem milhões de dólares, e sim coisas que têm efeitos significativos no mundo real”, disse Buterin à Time quando perguntado sobre a resposta da indústria cripto à atual invasão à Ucrânia.

Publicidade

Bored Ape Yacht Club (ou BAYC) é uma série de dez mil imagens de perfil em NFT com características aleatórias.

O proprietários desses ativos obtêm acesso a uma comunidade privada de holders de NFTs junto com outros benefícios, como airdrops de outros NFTs, o recém-lançado token ApeCoin, produtos exclusivos e acesso a eventos ao vivo. Holders também podem usar suas imagens para fins comerciais.

Como consequência desses benefícios e o crescente interesse de celebridades no projeto, o valor dos NFTs Bored Apes disparou desde seu lançamento em abril de 2021. Neste momento, o Bored Ape mais barato e listado em um mercado secundário está precificado em 101 ETH (cerca de US$ 300 mil).

Um NFT atua como um contrato de propriedade sobre um item digital e exclusivo, como um arquivo de imagem ou vídeo. Dito isso, o Bored Ape Yacht Club e as subsequentes coleções de NFTs geraram quase US$ 3 bilhões em volume negociado no mercado secundário, segundo dados do site CryptoSlam.

Recentemente, o projeto passou por uma alta no volume de vendas por conta do lançamento do ApeCoin à medida que holders podem resgatar mais de US$ 100 mil em tokens APE por cada NFT, ao preço atual.

Publicidade

Porém, a crescente popularidade do projeto também gerou repercussão, principalmente de pessoas fora do setor NFT que zombam da ideia de imagens tokenizadas e vendidas por milhões de dólares cada.

Os recentes comentários de Buterin sugerem que ele não é contra os NFTs Bored Apes, mas gostaria de ver os ethers sendo usados em bens públicos em vez de apostas especulativas.

Alguns nomes importantes da indústria cripto responderam Buterin para destacar que fundos de NFTs estão sendo usados em causas benéficas. Um exemplo é a recente doação de um NFT de US$ 1 milhão pelo Bored Ape Yacht Club à Ucrânia mais US$ 1 milhão da comunidade.

É inspirador ver nossa comunidade se unir para apoiar a Ucrânia — quase US$ 1 milhão em ETH foi doado à Ucrânia por carteiras que contêm um NFT do ecossistema BAYC. Hoje, estamos combinando isso com uma doação nossa de US$ 1 milhão em ETH.

“Posso te garantir que existem muitos de nós nessa parte do setor tentando ajudar a financiar bens públicos ao nos unirmos como comunidades e arrecadarmos dinheiro e muito mais!” tuitou Farokh, apresentador do Rug Radio que é holder de Bored Apes, bem como de outros ativos de grandes coleções.

“Migrar do gasto com luxo para itens digitais é um bem público”, tuitou Anatoly Yakovenko, cofundador do Solana Labs. “Não ocupam espaço útil ou vomitam carbono como coberturas ou lamborghinis.”

Publicidade

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Portal do Bitcoin Summit

O primeiro evento do Portal do Bitcoin será gratuito e online! Jogos NFT, movimentações em Brasília, como receber investimentos na sua startup de criptomoedas e muito mais. Inscreva-se aqui: https://portaldobitcoin.uol.com.br/summit/

VOCÊ PODE GOSTAR
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin