Imagem da matéria: Criptomoedas estão ajudando bastante o exército da Ucrânia, afirma vice-ministro
Foto: Shutterstock

Na quarta-feira (9), o vice-ministro de Transformação Digital Alex Bornyakov disse que as criptomoedas estão ajudando a Ucrânia a enfrentar a invasão da Rússia.

“Em uma situação como essa, quando o banco nacional não está funcionando, cripto está ajudando a realizar transferências rápidas, para agilizar bastante e obter resultados quase instantâneos”, disse Bornyakov durante uma conferência do evento Collective[i] Forecast.

Publicidade

Bornyakov acrescentou não acreditar que doações em criptomoedas estejam tendo um “enorme papel” na ampla economia da Ucrânia, mas também disse que o papel das criptomoedas é “essencial nesse conflito em termos de ajudar nosso exército”.

O vice-ministro também afirmou que a quantidade total de doações em criptomoedas feitas à Ucrânia agora está “próxima de US$ 100 milhões”.

Ucrânia e doações cripto

Em 26 de fevereiro (dois dias após a invasão da Rússia à Ucrânia), o governo ucraniano havia tuitado um endereço de Bitcoin e Ethereum para que possíveis doadores usassem ao enviar fundos ao governo.

De acordo com registros em blockchain, esses endereços receberam US$ 11,5 milhões em bitcoin e US$ 20 milhões em ether.

Publicidade

Segundo dados publicados pela plataforma de análise em blockchain Elliptic, a Ucrânia já recebeu mais de US$ 63 milhões de doações em criptomoedas.

“Até hoje, os endereços de Bitcoin, Ethereum, TRON, Polkadot, Dogecoin e Solana listados nos tuítes receberam doações equivalentes a US$ 51,2 milhões”, disse a Elliptic.

A relação entre Ucrânia e cripto antes do conflito

Mesmo antes da invasão da Rússia, a Ucrânia sempre esteve disposta a explorar oportunidades no setor cripto.

Em 2021, o Ministério de Transformação Digital havia elaborado uma legislação para legalizar criptomoedas no país. Em 8 de setembro, o Parlamento Ucraniano votou para legalizar a indústria e permitir que corretoras cripto operassem legalmente na Ucrânia.

Além disso, em setembro de 2020, a empresa de análise em blockchain Chainalysis nomeou ucranianos como os cidadãos que mais utilizam criptomoedas no mundo.

Publicidade

“Temos uma das maiores e mais fortes comunidades blockchain do mundo”, disse Bornyakov na conferência recente.

Bornyakov também disse que “não ouviu nada” sobre o presidente Zelensky em relação a doações em criptomoedas durante a invasão russa, “mas ele totalmente nos apoia em nossas iniciativas de legislações para criptomoedas”.

“Ele também compartilha nossa visão de que esse pode ser um avanço, do ponto de vista econômico, para a Ucrânia.”

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada
moedas diversas caindo do céu

Binance anuncia nova plataforma de lançamento de tokens e airdrops 

Por meio da Megadrop, os usuários poderão se inscrever com BNB e concluir tarefas e obter acesso a tokens antes de eles serem listados na plataforma
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Tokens de jogos desabam junto com queda do Bitcoin antes do halving

Tokens importantes como Gala Games, Pixels, Portal e Xai caíram 30% ou mais na semana passada, com alguns estabelecendo novas mínimas
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Proprietários de criptomoedas são uma força na eleição dos EUA de 2024, diz estudo

Quase um em cada cinco eleitores possui criptomoedas, o que os torna um eleitorado potencialmente poderoso em novembro, segundo a Galaxy Digital