Imagem da matéria: Ethereum 2.0 pode chegar já em agosto, dizem desenvolvedores
(Foto: Shutterstock)

A migração do Ethereum para o sistema de consenso proof of stake (ou PoS, na sigla em inglês) pode estar próxima de acontecer. Preston Van Loon, desenvolvedor principal do Ethereum, em participação à conferência Permissionless, afirmou existir a expectativa de finalizar a transição para o chamado Ethereum 2.0 nos próximos três meses.

“Até onde sabemos, se tudo acontecer conforme o planejado, agosto — faz sentido”, afirmou Van Loon na noite de quinta-feira (19). “Se não tivermos de adiar [a bomba de dificuldade], faremos [a fusão] assim que possível.”

Publicidade

Justin Drake, da Ethereum Foundation, também presente na conferência, destacou que existe um “forte desejo de fazer isso acontecer antes da bomba de dificuldade em agosto”, segundo um tuíte do coanfitrião do evento Bankless.

Van Loon e Drake estavam se referindo a um evento chamado “The Merge” (ou “A Fusão”): A atual blockchain do Ethereum se fundirá com a Beacon Chain, que utiliza o consenso proof of stake.

Essa iniciativa fará com que a rede deixe de depender da mineração — pessoas operam computadores poderosos para obter a chance de ganhar ether (ETH) do sistema proof of work (PoW) — e migre para o staking — holders de ether podem depositar suas moedas em troca de recompensas do PoS.

No início de junho, a transição passará por um teste crucial: a rede pública Ropsten, a principal “simuladora” para testes na blockchain, passará por uma atualização que a fará usar o proof of stake no dia 8 de junho.

Publicidade

Bomba de dificuldade

Agosto não é uma data aleatória. No início de maio, desenvolvedores do Ethereum decidiram não atualizar a rede para atrasar a chamada “bomba de dificuldade” que, em breve, vai começar a prejudicar a rede. É um elemento codificado na blockchain que intencionalmente desacelera a rede.

A intenção era encorajar desenvolvedores a impulsionarem o proof of stake e dificultar que mineradores ficassem na blockchain proof of work (ou PoW) após a migração. Desenvolvedores decidiram não se distrair da fusão, que está em fase de testes. A finalização da fusão pode descartar a necessidade de desativação da bomba de dificuldade.

Embora PoW e PoS ajudem a manter a rede segura e descentralizada, PoS possui mais benefícios. Além de usar bem menos energia, o consenso PoS também facilita a participação na operação da rede — permitindo ainda mais descentralização e aumentando a segurança.

Mas o principal motivo da espera pela Fusão é por conta da expectativa de redução em 90% na emissão de ethers. Menos ethers em circulação significa, é claro, menos oferta e maior demanda, o que deve fazer o preço da moeda subir.

Publicidade

Nesta sexta-feira (20), 1 ETH equivale a US$ 2 mil, segundo dados do CoinMarketCap. Os “touros” mais otimistas do Ethereum acreditam que a Fusão pode fazer com que o preço do ativo vá além de sua alta recorde de US$ 4.891 registrada em novembro de 2021.

O proof of stake está demorando para chegar no Ethereum. Tecnicamente, está disponível desde dezembro de 2020, com a finalização da Fase Zero do que anteriormente era conhecida como “Ethereum 2.0” — um conjunto de atualizações para escalar a rede enquanto a torna mais segura.

Mas isso foi apenas a Beacon Chain — uma rede PoS com a qual você não pode interagir. Até agora, as pessoas só podem alocar ether nela, com a promessa de futuros pagamentos. A fusão da blockchain existente com a Beacon Chain vai alterar isso.

Não será a última grande atualização planejada para o Ethereum. Um grande componente da estratégia “Ethereum 2.0” é “sharding”, uma forma de divisão da rede em múltiplas blockchains.

Segundo a Ethereum Foundation: “Com shard chains, validadores só precisam armazenar/executar dados para a ‘shard’ que estão validando, e não para a rede inteira (como acontece atualmente). Isso acelera as coisas e reduz drasticamente os requisitos de hardware”.

Publicidade

Usuários do Ethereum não se importariam se a Fusão também fosse acelerada.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin cai 14% após novo projeto desagradar comunidade

Jogo viral do Telegram, Notcoin sofre um grande golpe à medida que o “recomeço” anunciado pelos criadores não surtiu efeito na comunidade
Imagem da matéria: Solucionar problema da privacidade é o foco principal do Drex, diz coordenadora do BC

Solucionar problema da privacidade é o foco principal do Drex, diz coordenadora do BC

Em painel do Febraban Tech, Clarissa Souza, coordenadora de tecnologia do Banco Central, destacou os desafios do Drex e as próximas etapas do projeto
jogo hamster kombat em tela de celular

Hamster Kombat: Como ganhar 5 milhões de moedas grátis no jogo do Telegram

O jogo de Telegram Hamster Kombat está oferecendo um enorme bônus diário de moedas do game antes do airdrop; veja como reivindicá-lo todos os dias
Imagem da matéria: Drake perde R$ 1,6 milhão em Bitcoin apostando contra Argentina e é zoado por seleção: “Not Like Us”

Drake perde R$ 1,6 milhão em Bitcoin apostando contra Argentina e é zoado por seleção: “Not Like Us”

A equipe argentina provocou Drake fazendo referência a música “Not Like Us” de Kendrick Lamar que detona o rapper