Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock encerra sequência de 71 dias de entradas
Foto: Shutterstock

Os ETFs de Bitcoin nos EUA registraram saída líquida de mais de US$ 130 milhões na quarta-feira (24), à medida que as entradas no iShares Bitcoin Trust (IBIT) da BlackRock secaram após uma sequência de 71 dias no verde.

Segundo dados da Farside Investors, a maioria dos ETFs de Bitcoin não registrou entradas diárias, com apenas o Fidelity Wise Origin Bitcoin Fund (FBTC) e o ARK 21Shares Bitcoin ETF (ARKB) registrando entradas de US$ 5,6 milhões e US$ 4,2 milhões, respectivamente.

Publicidade

A maior parte das saídas líquidas entre os ETFs foi atribuída ao GBTC da Grayscale, que continua a registrar saídas diárias consistentes, com US$ 130,4 milhões saindo do fundo ontem. A gestora de ativos está preparando um novo “mini Bitcoin ETF” para superar os concorrentes com taxas mais baixas, numa tentativa de conter o fluxo de resgates.

ETF da BlackRock

Embora as entradas líquidas do IBIT possam ter parado, o fundo da BlackRock alcançou um marco. Após 71 dias, ele entrou para o top 10 de ETFs com as sequências mais longas de entradas diárias, ultrapassando o U.S. Global Jets ETF, segundo o analista de ETFs da Bloomberg, Eric Balchunas.

Com a queda do preço do Bitcoin durante a noite, isso coloca os ativos sob gestão do fundo em US$ 17,6 bilhões, de acordo com o site oficial da empresa.

No início desta semana, o banco britânico Standard Chartered publicou um relatório atribuindo a desaceleração nas entradas de ETFs a uma combinação de fatores.

Publicidade

Citando fatores macroeconômicos, incluindo “rendimentos mais altos do Tesouro e um cenário mais desafiador para ativos de risco devido a desenvolvimentos geopolíticos no Oriente Médio,” o autor principal do relatório, Geoff Kendrick, argumentou que “a onda inicial de compra de ETFs pode estar em grande parte concluída”, sugerindo que a próxima onda de entradas dependerá da inclusão de ETFs de Bitcoin no mercado “fundo macroeconômico mais amplo”.

No entanto, o banco reafirmou sua previsão anterior de que o Bitcoin alcançaria US$ 150.000 até o final do ano.

Apenas hoje, um relatório da AdvisorHub sugeriu que o Morgan Stanley está considerando habilitar seus 15.000 corretores a oferecer ETFs de Bitcoin a seus clientes, abrindo potencialmente novas entradas nos fundos.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

A semana promete ser agitada à medida que chega o prazo final para a SEC decidir se aprova ou rejeita o lançamento de ETFs de Ethereum à vista
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

GameStop e AMC desabam com fim da euforia do retorno de Roaring Kitty

As ações memes da GameStop e AMC caíram drasticamente após a abertura dos mercados dos EUA na quinta-feira, recuando pelo menos 15%
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Moeda dourada com logo da Cardano na rente de gráfico com alta

Cardano sai do Top 10 das criptomoedas à medida que Toncoin sobe

Cardano, de Charles Hoskinson, saiu brevemente do top das 10 principais criptomoedas depois que a Toncoin a ultrapassou