Imagem da matéria: Estudante Monta Banca que Aceita Bitcoins na Avenida Paulista
Produtos comprados com criptomoedas chegaram ao Portal do Bitcoin (Foto: Wagner Riggs/Portal do Bitcoin)

O estudante de Comunicação Fellipe Costa partiu na manhã de domingo (05) do seu bairro, Vila Buarque, para um dos maiores centros financeiros de São Paulo, a Avenida Paulista. Quem passava entre o prédio da FIESP e a da Faculdade Cásper Líbero podia ver o jovem oferecendo pulseiras, colares e outras mercadorias que ele revende.

O que o destacava da concorrência e chamava atenção de quem passeava pela avenida, fechada para pedestres aos domingos, era um pequeno cartaz pendurado no seu estande que informava: “30% de desconto para pagamento com Bitcoin ou outra criptomoeda”.

Publicidade

Costa, 21 anos, está cursando o último ano de Propaganda e Marketing. Ele contou que a ideia de montar uma banca na Paulista partiu de um tio. A princípio não deu importância, mas depois achou que unindo o negócio às criptomoedas poderia gerar curiosidade, repercussão e, assim, possíveis clientes. A estratégia funcionou.

Como parte da divulgação dos produtos, ele postou uma imagem dele mesmo no grupo do Facebook Bitcoin Brasil para mostrar o novo negócio em ação. No relato que acompanha o post disse:“estou morando sozinho e pra fazer uma graninha extra estou vendendo colares e pulseiras hoje na Paulista… pessoas do grupo que vierem comprar vão ter 30% de descontos em dinheiro e 50% para pagamento em criptos[…]”. A publicação, até o fechamento desta reportagem, tinha mais de mil curtidas.

Confira abaixo, a entrevista exclusiva que Costa deu ao Portal do Bitcoin depois do primeiro dia de vendas. 

Portal do Bitcoin: Alguém mais o ajuda no negócio?
Fellipe Costa: Sim, a minha namorada Thalyta e meu amigo Diego. Pensávamos em abrir uma loja virtual, mas mudamos de ideia e estamos com esse novo projeto. Hoje eles são meus sócios.

Foi seu primeiro dia na Paulista, não foi? Como foi a experiência?
Foi o primeiro dia sim. Paravam muitos curiosos, faziam perguntas, tiravam fotos, mas só consegui vender em reais mesmo.

Publicidade

Você imaginava que a sua publicação num grupo do Facebook  teria tamanha repercussão?
Foi realmente bem mais do que eu esperava. Fiquei muito feliz com os comentários. A maioria era de incentivo, dicas sobre o negócio e elogios pela iniciativa.

Nota da redação: após a entrevista, Costa fez a primeira venda em criptomoedas. Pagamos 2252 doges (R$ 45 com frete) por um kit com seis pulseiras. Ele avisou que estará na Paulista no próximo do domingo. Nesta terça-feira (06), os produtos chegaram.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM julga hoje a Olymp Trade, corretora proibida no Brasil promovida por Ronaldinho Gaúcho

A plataforma forex prometia retornos de até 92%
Imagem da matéria: Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Também foram potencialmente expostos dados como nome do usuário, CPF com máscara, instituição de relacionamento, agência e número da conta
mão segura celular com logo do whatsapp

WhatsApp pirata pode estar minerando criptomoedas no seu celular sem você saber

Conhecidos como WhatsApp GB, Aero e Plus, as cópias não autorizadas do app oficial da Meta podem abrir portas para vazamento de mensagens, fotos e áudios, dizem especialistas
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM aplica multa de R$ 680 mil em corretora promovida por Ronaldinho Gaúcho

Promovida pelo ex-craque da Seleção, Ronaldinho Gaúcho, a Olymp Trade prometia retornos de até 92%