Imagem da matéria: Empresa do governo do Paraná abre licitação para contratar fornecedora de blockchain
Foto: Shutterstock

A Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) abriu licitação para contratar uma empresa fornecedora de serviços de blockchain.

O valor do contrato, segundo edital publicado na terça-feira (20), é sigiloso, mas pode ser aberto pelo pregoeiro durante a etapa de negociação.

Publicidade

As propostas para a disputa, que será feita na modalidade de pregão eletrônico, podem ser enviadas até as 9h do dia 12 de maio de 2021 por meio do site Licitações-e.

Podem participar empresas de tecnologia que trabalham com tecnologias de registro distribuído. A vencedora será aquela que apresentar o menor preço.

Serviços e justificativa

Entre os serviços que a vencedora terá que prestar estão suporte no desenvolvimento de aplicações e implantação de redes Hyperledger Fabric, Besu ou Ethereum; instalação e configuração de redes blockchain com transferência de tecnologia; e cursos de capacitação sobre a tecnologia subjacente ao bitcoin.

No edital, cujo contrato é de 24 meses, a Celepar diz que precisa de empresas que entendam de tecnologias de registro distribuído porque desde julho de 2020 está no meio de uma ‘transformação digital’, apoiada principalmente em ferramentas de segurança de informação, como blockchain.

Publicidade

“Será necessário buscar capacitação e suporte para a criação e governança de rede compartilhada com tecnologia blockchain de bases de dados distribuídas que possibilite o desenvolvimento de ecossistemas que tragam controle, transparência, confiabilidade e auditabilidade de processos e envolvam demais orgãos da administração pública”, disse a empresa.

Um dos projetos com blockchain desenvolvido pelo governo do Paraná é a Harpia, uma ferramenta cujo objetivo é combater a corrupção em licitações públicas.

O edital completo da disputa pode ser baixado no Licitações-e com o código 861520.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas