Imagem da matéria: Empresa de mineração de bitcoin listada na Nasdaq compra US$ 1 bilhão em máquinas antminers
Foto: Shutterstock

A Marathon Digital Holdings, uma das maiores empresas de mineração de bitcoin dos Estados Unidos e listada na Nasdaq, revelou o quanto irá desembolsar para alcançar uma força computacional de 23,3 hexahashes em suas instalações, medida anunciada na semana passada.

Segundo comunicado da companhia à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) na terça-feira (28), sua última compra de mineradoras da Bitmain vai custar US$  879,1 milhões por 78.000 novas Antminers S19 XP.

Publicidade

Com a nova aquisição, a Marathon Digital espera ter 199.000 mineradoras em operação no início de 2023. A previsão é de que o nível computacional cresça na faixa de 600% até lá.

As máquinas, segundo a companhia, começarão a ser entregues mês a mês em sua sede em Las Vegas a partir de julho do ano que vem em lotes de 13.000 unidades. O pagamento dos produtos também será parcelado com adiantamento de 35% nas duas primeiras remessas e 30% na última. 

No mês passado, a Marathon Digital anunciou que iria tentar levantar US$ 500 milhões com emissão de títulos de dívida para aplicar o valor em compra de bitcoin e também reforçar sua operação de mineração.

Durante o ano, a companhia fez grandes compras de mineradores e, em outubro, garantiu uma linha de crédito rotativo de US$ 100 milhões com o Silvergate Bank. Em agosto, a Marathon já havia encomendado a compra de 30.000 Antminers de ponta da Bitmain, ao valor de US$ 120 milhões. Esses equipamentos estão previstos para começar a serem entregues a partir de janeiro.

Publicidade

EUA à frente da mineração de bitcoin

De acordo com um estudo da Universidade de Cambridge, os Estados Unidos se tornaram líderes globais na indústria de mineração de Bitcoin, em consequência da repressão da China ao setor. 

Os EUA agora detém uma participação de 35,4% do mercado, em reflexo ao êxodo em massa de mineradores da China que deixaram o país após o governo chinês proibir a mineração no início deste ano. Os dados são de outubro passado.

VOCÊ PODE GOSTAR
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Baleia dourada envolto a moedas de bitcoin

Baleia adormecida por 14 anos movimenta R$ 17 milhões em Bitcoin

As transações dos 50 BTCs oriundos da recompensa de bloco em 2010 ocorreram nesta manhã de segunda-feira (15)
Pai Rico Pai Pobre Robert Kiyosaki posa para foto

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” explica por que não vai comprar ETF de Bitcoin

Robert Kiyosaki defende há anos Bitcoin, ouro e prata como as maiores reservas de valor
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca