Desenho de uma caixa sustentada por paraquedas
Foto: Shutterstock

O megaempresário cripto Justin Sun prometeu fazer um airdrop “épico” para os clientes das corretoras Poloniex e HTX (antiga Huobi), das quais atua como sócio. As duas empresas sofreram hacks nos últimos dias, com perdas milionárias. Mas o executivo se comprometeu a pagar todos os usuários que tiveram prejuízos com a falha de segurança. 

“Ao mesmo tempo em que a HTX e a Poloniex se aproximam de reabrir saques e depósitos, nós vamos iniciar um airdrop épico para os clientes. Fiquem ligados”, disse Justin Sun em sua conta no X, sem especificar quais tokens serão enviados. 

Publicidade

Além do airdrop, Sun também falou em garantias de segurança e pediu desculpas: “Minhas sinceras desculpas para todos os usuários afetados pelos ataques hacker na HTX e Poloniex. Nós iremos cobrir as perdas e todos os ativos estão seguros”. 

Ataque na Poloniex

A exchange de criptomoedas Poloniex sofreu uma invasão em uma de suas carteiras, registrada como Poloniex 4 no Etherscan no dia 10 de novembro. O portal The Block estima que o prejuízo deixado pelo ataque foi de pelo menos US$ 114 milhões, incluindo retiradas da Tron.

Dados do Etherscan mostram que as saídas da carteira Poloniex 4 incluem tokens como Ether (ETH)Tron (TRON), as stablecoins Tether (USDT) e TUSD, além de memecoins como Pepe (PEPE), Floki (FLOKI) e Shiba Inu (SHIB).

Ataque na HTX

Já a HTX e o protocolo Heco Chain, ambos negócios de Justin Sun, foram alvos de hackers no dia 22 de novembro e tiveram prejuízo de cerca de US$ 100 milhões com o roubo de vários tokens.

Publicidade

As perdas maiores foram em Ethereum (ETH), com o roubo de US$ 19 milhões, seguido por HBTC (token sintético do Bitcoin, nativo da antiga Huobi) com US$ 8,8 milhões.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

Com essa arrecadação a MicroStrategy deve aumentar ainda mais sua reserva atual de US$ 14 bilhões em Bitcoin
Imagem da matéria: Com gestão de R$ 350 milhões, BLP Crypto traz novo sócio e passa a se chamar B2V Crypto

Com gestão de R$ 350 milhões, BLP Crypto traz novo sócio e passa a se chamar B2V Crypto

A B2V Crypto registra mais de 5 mil cotistas em seus fundos de investimento
Fotos dos equipementos de mineração de criptomoedas operados com furto de eletricidade em Canela, RS

Polícia Civil do RS fecha fazenda de mineração de criptomoedas que lucrava R$ 400 mil por mês

Além de crime de furto de energia, casal preso responderá por porte ilegal de arma e lavagem de dinheiro
Ilustração do logotipo da criptomoeda Ethena (ENA) envolta a um gráfico de preço

Ethena Labs revolta comunidade ao forçar mudança na economia do token ENA

A exigência de bloqueio de 50% de tokens oriundos do airdrop provocou uma queda no preço do token ENA