DeFi Kingdoms
DeFi Kingdoms (Imagem: divulgação)

O ano de 2022 começou com o jogo play-to-earn DeFi Kingdoms batendo recorde de US$ 1 bilhão de valor total bloqueado (TVL), ou seja, quanto dinheiro está circulando nos contratos inteligentes que sustentam o projeto.

O recorde chega no momento em que o volume de negociações dos NFTs do game cresce num ritmo acelerado, deixando para trás pesos pesados do setor de jogos blockchain, como o Axie Infinity.

Publicidade

De acordo com dados do DappRadar, o DeFi Kingdoms fechou o último dia do ano com US$ 26 milhões em volume de negociações. No dia 2 de janeiro, esse número disparou até atingir um topo histórico de US$ 114 milhões — um crescimento de 330% em 48 horas.

No mesmo dia que o volume do DeFi Kingdoms estava no seu ápice, o do Axie Infinity não passava de US$ 16,1 milhões. Aliás, a última vez que o Axie atingiu um volume superior a US$ 100 milhões foi no início de novembro. De lá para cá, o número de endereços envolvidos com o jogo caiu 76% e as negociações de NFTs desabam, tanto de Axies quanto de terrenos virtuais.

Enquanto o Axie Infinity passa por um momento de quedas generalizadas, influenciadas tanto por um movimento macro do mercado cripto como por problemas internos do jogo — a queda de jogadores nas Filipinas no momento que o país sofre com desastres naturais —, o DeFi Kingdoms acha brecha para conquistar seu espaço no mercado de jogos play-to-earn.

O que é o DeFi Kingdoms 

Embora o DeFi Kingdoms seja um jogo play-to-earn, ele é muito mais uma plataforma de finanças descentralizadas (DeFi) do que um jogo que o usuário dedica algumas horas do seu dia em troca de uma determinada quantia de criptomoedas.

Publicidade

Os desenvolvedores do projeto definem DeFi Kingdoms como “um jogo, uma DEX [exchange descentralizada], uma oportunidade de pool de liquidez, um mercado de NFTs raros dirigidos por utilitários”, tudo isso apresentado na forma nostálgica de pixel art de fantasia medieval.   

Os Jardins do DeFi Kingdoms (
Os Jardins do DeFi Kingdoms (Imagem: divulgação)

O DeFi Kingdoms, portanto, tem a ambição de entregar todos os elementos das finanças descentralizadas na forma de um jogo. Na prática, o jogador pode comprar e vender tokens através da Dex embutida no DeFi Kingdoms; fazer staking em pools de liquidez nos “Jardins” e ganhar a criptomoeda nativa do jogo como recompensa; e usar os NFTs do projeto — na forma de Heróis, Equipamentos e Reinos — para de fato entrar na parte play-to-earn desse universo. 

O jogador pode usar os NFTs de heróis, por exemplo, para enviá-los em aventuras e utilizá-los para batalhar com outros jogadores no modo PvP. Ao elevar o nível dos seus heróis, as recompensas do jogo aumentam.

NFT de um herói do DeFi Kingdoms
NFT de um herói do DeFi Kingdoms (Imagem: divulgação)

Já os NFTs de Reinos vão acompanhar a mesma ideia de terrenos virtuais que movimentam milhões em jogos como Axie Infinity, The Sandbox e Decentraland, e possibilitar que os jogadores sejam proprietários de uma parte do metaverso do DeFi Kingdoms.

Publicidade

Como o DeFi Kingdoms é um jogo baseado em navegador, para começar a jogar o usuário deve entrar no site com um navegador que tenha uma carteira de criptomoedas, como a MetaMask, instalada. Nela, o jogador precisa ter tokens Harmony (ONE), tanto para pagar as taxas de gas como para convertê-los em JEWEL dentro do jogo.

A valorização da JEWEL  

O DeFi Kingdoms se difere ao não ter escolhido as redes mais populares do setor como Ethereum, Solana e Binance Smart Chain para construir o seu jogo. Ao invés disso, os desenvolvedores optaram pela blockchain da Harmony (ONE). 

Dentro dela, o jogo tem a própria criptomoeda chamada JEWEL, que serve tanto como token de utilidade, usado para distribuir as recompensas aos jogadores, como token de governança que dará aos detentores o direito de votar em decisões sobre o rumo do DeFi Kingdoms.

Dados do CoinGecko mostram que o desempenho da criptomoeda reflete diretamente a popularidade que o jogo vem recebendo nos últimos tempos. Nos últimos 30 dias, a JEWEL acumula uma valorização de cerca de 200%, saltando de US$ 7 no começo de dezembro para os atuais US$ 21,88 (R$ 123), seu recorde de preço.

No dia 2 de janeiro, a criptomoeda do jogo ultrapassou pela primeira vez uma capitalização de mercado de US$ 1 bilhão, número que levou a JEWEL a 100ª posição no ranking dos maiores ativos do setor, segundo o CoinGecko.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bitcoin é uma “forma de arte” e uma moeda de desconfiança, diz filósofo Yuval Noah Harari

O filósofo, no entanto, mostrou desconfiar se realmente o Bitcoin será o futuro do dinheiro como algumas pessoas defendem
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024
Imagem da matéria: Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é "provável", dizem fontes próximas à SEC

Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é “provável”, dizem fontes próximas à SEC

Fontes disseram à Fox Business que a SEC está se baseando em decisões judiciais recentes para dar o sinal verde aos ETFs de Ethereum