Imagem da matéria: DD Corporation cancela saques e clientes entram em alerta; empresa é investigada por pirâmide
Leonardo Araújo é o criador da DD Corporation (Foto: Reprodução/Youtube)

Na noite da quinta-feira (28) um comunicado sobre cancelamento de saques da DD Corporation abalou os clientes que aguardavam dinheiro na conta nesta sexta-feira. Os valores seriam referentes a pedidos saques feitos na semana passada.

Em nota, a empresa pediu para os clientes mudarem suas senhas, bem como cadastrar uma nova carteira de bitcoin e solicitar o saque novamente. Ela alegou como motivo a segurança dos investidores.

Publicidade

Com a imposição, a empresa vai ficar devendo dois saques, ou seja, daqueles que pediram na semana passada e dos que pediram depois. A informação é de um cliente que se propôs a falar sob anonimato ao Portal do Bitcoin também nesta sexta.

Para ele, o comunicado sugere um ‘ganha tempo’ e que a DD Corporation pode estar quebrando. A empresa também já usou o nome Dreams Digger e mais recentemente DD Education.

“Pelo que eu já vi em outras aí, é sinal de quebra. As últimas (empresas de investimentos) que estornaram pagamentos não conseguiram arcar depois com o compromisso e ruíram. Um grande exemplo é a Unick”, comentou.

Segundo ele, o CEO Leonardo Araújo e sua equipe estão com viagem marcada para Cancun, no México. Contudo, disse ele, pode ser que a empresa venha a fazer alguma live para dar detalhes sobre a ação inesperada.

Publicidade

Bitcoin direto na DD corporation

Era normal os clientes repassarem saldos na plataforma a quem estivesse entrando na rede — o novo cliente recebia online e pagava diretamente a quem o indicou, com depósito em conta, contou o investidor.

Essa facilidade, portanto, sofreu alteração. Um comunicado compartilhado com a redação revela que desde o dia 25 de novembro esses repasses só serão possíveis entre membros da mesma rede.

“Eu acho que eles quiseram forçar as pessoas a jogarem bitcoin direto na plataforma”, disse. E ressaltou: “Já começou ligar o alerta, tá quebrando”.

Robô de arbitragem

Só os graduados no nível que contempla o investidor com um carro HB20 podem consultar robô de arbitragem, disse o cliente, ressaltando: “O que eu acho erradíssimo”.

Publicidade

“A liderança alega que só quem bate a graduação de ‘Red Diamond’ que pode ir lá no escritório ver essas operações”.

Ele se referiu ao suposto ‘trabalho’ do robô de arbitragem da DD Corporation chamado ‘Next’. O tipo de operação sugere ser semelhante ao robô da Atlas Quantum, cuja operação também não era transparente.

DD Corporation processa Google

Na semana passada, a Justiça de São Paulo negou o pedido de exclusão de links com informações no Google que fazem críticas a DD Corporation.

A DG Cursos de Trader Ltda, empresa por trás dos negócios, e seu representante Leonardo Gusmão Araújo processaram o Google.

Eles alegaram que diversos sites e blogs acusam a empresa de pirâmide financeira e pediram a retirada de pelo menos dois links que aparecem no buscador.

Publicidade

No entanto, o juiz Galdino Toledo Júnior indeferiu tal pedido alegando o seguinte:

“Considero para tanto a aparente ausência de plausibilidade do direito alegado, posto não ser a agravada a responsável pela divulgação das matérias relacionadas aos links indicados na peça inicial”.

Os links indicados direcionam o usuário a vídeos no Youtube, que segundo a DG caluniam a empresa.

Suspeita de pirâmide

A empresa, com sede em Salvador (BA), oferece lucros em investimentos com arbitragem em Bitcoin, como fazia a Atlas Quantum e que acabou quebrando recentemente — inclusive demitindo a maioria de seus funcionários.

Ambos negócios estão sendo investigados por suposta prática de pirâmide financeira.

Enquanto a Dreams Digger é alvo da Promotoria do estado da Bahia, a Atlas é alvo da CVM e possível objeto na iminente CPI das Criptomoedas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Celular com logo do Pix sob bandeira do Brasil

Pix: Um catalisador para o futuro das finanças descentralizadas no Brasil? | Opinião

Para o autor, o Pix, combinado com os princípios das finanças descentralizadas e conceitos de dinheiro programável, poderia abrir caminho para uma nova era de inovação financeira