Imagem da matéria: CVM dos EUA nega solicitação de ETF de bitcoin da WisdomTree
Foto: Shutterstock

Nessa quinta-feira (2), a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) rejeitou outra solicitação de um fundo de índice (ou ETF) de bitcoin (BTC).

A SEC negou que a empresa de serviços financeiros WisdomTree listasse seu ETF, afirmando, em uma carta, que não atendeu os critérios “criados para evitar práticas e atos fraudulentos e manipulativos” e “para proteger investidores e o interesse público”.

Publicidade

Um ETF é uma ferramenta de investimento que permite que investidores comprem ações que representam um ativo.

Um ETF de bitcoin permite que investidores obtenham exposição ao bitcoin sem ter de comprar a criptomoeda de uma corretora e armazená-la em uma carteira cripto (algo que alguns investidores ainda acreditam que seja complicado demais).

Existe demanda por um ETF de bitcoin entre investidores de criptomoedas, mas a SEC rejeitou diversas solicitações para tal produto.

Sob a liderança de Gary Gensler, o presidente da SEC, a comissão permitiu que ETFs de futuros de bitcoin começassem a ser negociados. Esses produtos permitem que investidores comprem ações ligadas a contratos que apostam no preço futuro do bitcoin.

O mercado de futuros já é regulamentado pela Comissão para a Negociação de Futuros de Commodities (ou CFTC), diferente do mercado “spot”, o que talvez explique por que a SEC permitiu que apenas ETFs de futuros de bitcoin chegassem ao mercado.

Publicidade

De início, ETFs de futuros de bitcoin foram recebidos com entusiasmo pelo mercado: o ETF Bitcoin Strategy da ProShares negociou quase US$ 1 bilhão em ações em seu lançamento quando começou a ser negociado na Bolsa de Valores de Nova York (ou NYSE) em outubro.

Competidores que, desde então, lançaram produtos parecidos não tiveram tanto sucesso.

WisdomTree, uma promotora nova-iorquina de ETFs e gestora de ativos, também enviou uma solicitação à SEC para listar um ETF de ether (ETH) que rastrearia a segunda maior criptomoeda por capitalização de mercado.

Existe uma longa lista de grandes empresas no aguardo por uma resposta da SEC sobre suas solicitações de ETF, mas existe uma alta improbabilidade: até agora, a SEC rejeitou todas as solicitações.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização de Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
simbolo do dólar emergindo de placa de computador

Mercado Bitcoin lista duas novas stablecoins da startup Aryze

Ambas as moedas, devido à paridade com o dólar americano e à libra esterlina, representam estabilidade e diversificação na carteira dos investidores
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

Mercado Bitcoin e Escala se juntam em tokenização inédita de R$ 29 milhões em operação na fintech Asaas

Operação viabilizou o acesso de clientes qualificados do MB a investimento na Asaas, antes restrito a grandes fundos de VCs
Vitalik-Buterin-Ethereum

Vitalik Buterin se torna defensor do “comunismo degenerado”; entenda

Para o criador do Ethereum, o “comunismo degen” abraça abertamente o caos, mas ajusta regras e incentivos para fazer com que as consequências do caos estejam alinhadas com o bem comum
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos cripto do Brasil ficam atrás apenas dos EUA ao captar mais R$ 14 milhões na semana

Fundos de investimento com foco em cripto do Brasil captaram US$ 2,9 milhões entre 22 e 29 de março