Imagem da matéria: CVM da Espanha vai caçar influenciadores digitais que promovem criptomoedas
Foto: Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários da Espanha (CNMV) vai passar a supervisionar nas redes sociais a promoção de influenciadores digitais em campanhas relacionadas a criptomoedas. A informação foi divulgada pelo jornal Financial Times (FT) nesta segunda-feira (17).

De acordo com o veículo de comunicação, o órgão passou a ter o poder de regular os anúncios no mercado de criptoativos bem como restringi-los.

Publicidade

A nova restrição passa a valer em 30 dias quando os influenciadores e seus patrocinadores serão obrigados a notificar com antecedência as autoridades competentes sobre os anúncios e empresas que serão veiculados nas redes sociais.

Além disso, os influenciadores terão que alertar sobre os riscos que podem decorrer com a adesão dos produtos anunciados. O não cumprimento das novas regras, disse o site, acarretará em multas.

Influenciadores usam ‘porta dos fundos’

Rodrigo Buenaventura, chefe da CNMV, disse que os influenciadores acharam uma brecha, o que ele chamou de entrar pela ‘porta dos fundos’, para evitar a regulamentação que modera os veículos de comunicação tradicionais, disse o site.

Um dos gatilhos para as novas regras do regulador, acrescenta a publicação, foi a promoção da Binance no Twitter pelo jogador de futebol espanhol Andrés Iniesta, que atualmente atua no japonês Vissel Kobe.

Publicidade

Na ocasião, em novembro passado, o jogador disse aos seus 25 milhões de seguidores que estava iniciando nas criptomoedas; no post, imagem e hashtag da corretora evidenciaram a promoção.

Ao promover a corretora, Iniesta levou um puxão de orelha online da CNMV.

“Olá Iniesta. Os criptoativos, sendo produtos não regulamentados, apresentam alguns riscos relevantes. Recomenda-se a leitura da declaração de CNMV de 09 de fevereiro de 2021. E eduque-se completamente antes de investir neles ou recomendar outros a fazê-lo”, comentou a agência reguladora no post do atleta.

A declaração da CNMV, feita em conjunto com o Banco da Espanha (BDE), o banco central do país, faz um alerta sobre os riscos de investimentos em criptomoedas.

Espanha fez alerta e cerco

Em agosto do ano passado, a CNMV publicou um alerta acerca de 12 empresas não reguladas no país que prestavam serviços de investimentos em criptomoedas. Entraram na mira a Huobi e a Bybit, exchanges cujas plataformas tinham produtos como derivativos de bitcoin.

Publicidade

O alerta, contudo, não significou necessariamente que as empresas receberam stop order, mas reforçava a orientação do regulador para negócios não regulados.

Cerca de dois meses depois, o BDE — entidade financeira do Eurosistema que atua como o banco central do país —  disponibilizou um formulário eletrônico para o cadastro de pessoas físicas e empresas que desejam iniciar ou oficializar operações com criptomoedas. 

Em novembro passado, o BDE emitiu uma nova demanda aos bancos espanhóis acerca do mercado de criptomoedas. Desta vez, as entidades financeiras foram pegas de surpresa ao receberem um ofício que solicita os planos de cada uma para o novo ramo nos próximos três anos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Em operação contra “Rei do Bitcoin”, PF descobriu fraude em contratos públicos envolvendo irmão do ex-governador do Paraná 

Em operação contra “Rei do Bitcoin”, PF descobriu fraude em contratos públicos envolvendo irmão do ex-governador do Paraná 

Nova operação da Polícia Federal apura crimes ligados às investigações da operação Daemon, de 2021, que prendeu o “Rei do Bitcoin”, Claudio Oliveira
Imagem da matéria: SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

“Acreditamos firmemente que os ativos listados em nossa plataforma não são valores mobiliários”, diz diretor da Robinhood
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo