Jack Dorsey
Shutterstock

O cofundador do Twitter e atual CEO da fintech Block, Jack Dorsey, parece ter endossado oficialmente Robert Kennedy Jr., um candidato presidencial democrata pró-Bitcoin. As eleições presidenciais americanas vão ocorrer em 2024, mas cada partido já se movimenta para confirmar seus candidatos.

No domingo (4), via Twitter, Dorsey compartilhou um videoclipe de Harris Faulkner, da Fox News, entrevistando Kennedy, intitulado: “Robert F. Kennedy Jr. argumenta que pode vencer Trump e DeSantis em 2024”.

Publicidade

Dorsey ainda comentou: “Ele pode e vai conseguir.”

Dorsey é um apoiador de longa data do Bitcoin, que expressou sua crença em seu potencial de se tornar uma moeda global.

Em 2014, Dorsey disse que o Bitcoin poderia se tornar a “moeda nativa da internet”. Ele continuou a promover o Bitcoin e a tecnologia blockchain por meio de seus vários empreendimentos, incluindo o Block’s Cash App, um serviço de pagamento móvel que permite aos usuários comprar e vender Bitcoin.

Quando foi perguntado por um usuário se ele estava patrocinando Kennedy, ou “apenas prevendo”, Dorsey respondeu: “ambos.”

Outros usuários sugeriram que o Comitê Nacional Democrata (DNC) nunca permitiria que Kennedy se tornasse o candidato democrata, ao que Dorsey respondeu “Ainda mais razão” e “Verdade, mas eles parecem ser mais irrelevantes a cada dia”.

Robert F. Kennedy Jr. se torna um candidato pró-Bitcoin

Robert F. Kennedy Jr. é sobrinho do presidente assassinado John F. Kennedy, e exerceu a advocacia por várias décadas, especializando-se em direito ambiental e atuando como promotor do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Publicidade

Nos últimos anos, ele ganhou atenção por sua postura controversa sobre as vacinas, especialmente a da Covid-19, expressando preocupações específicas sobre a segurança das vacinas e defendendo testes e regulamentações mais rigorosos.

Quando estava na conferência Bitcoin 2023 em Miami, Kennedy revelou que se interessou pelo Bitcoin após a controversa decisão do governo canadense de reprimir os motoristas de caminhão que protestavam contra bloqueios congelando suas contas bancárias.

“Como presidente, garantirei que seu direito de manter e usar o Bitcoin seja inviolável”, disse Kennedy, descrevendo a principal criptomoeda como “um baluarte contra precisamente esse tipo de expansão e intrusão corporativa e governamental.”

O candidato presidencial democrata também criticou a campanha liderada pelo governo contra a indústria de ativos digitais, chamando-a de “guerra às criptomoedas”, bem como os planos de criar uma moeda digital do banco central (CBDC).

Publicidade

As CBDCs, de acordo com Kennedy, “permitirão ao governo congelar seus ativos ou limitar seus gastos”, bem como “vigiar todos os nossos assuntos financeiros privados”. A posição de Kennedy em relação aos CBDCs ecoou as declarações feitas pelo governador da Flórida, Ron DeSantis, o candidato presidencial republicano, que chegou a proibir os CBDCs do Estado da Flórida no mês passado.

Em uma pesquisa da CNN divulgada na semana passada, Kennedy, de 69 anos, recebeu 20% do apoio, com o atual presidente Joe Biden tendo 60%.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink