Imagem da matéria: Criador da FTX é acusado de ser responsável pelo golpe da memecoin de careca
Sam Bankman-Fried careca, em imagem gerada por AI pelo Decrypt

Depois que um desenvolvedor misterioso retirou toda a liquidez da “memecoin de careca” BALD na rede Ethereum na segunda-feira (31), alguns detetives de blockchain estão afirmando que as carteiras usadas pelo culpado pelo golpe apontam para o criador da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF) — atualmente em prisão domiciliar e com acesso limitado à internet.

“Tenho 90% de certeza neste momento que dev do golpe careca é SBF ou uma pessoa da Alameda”, twettou Adam Cochran, sócio da Cinneamhain Ventures, observando que o mesmo endereço de carteira também estava envolvido com a comunidade SushiSwap anos atrás.

Publicidade

“As primeiras votações sobre a governança do sushi são super suspeitas”, observou Cochran. “Quando Nomi [chef criadora do SushiSwap] foi socorrida e a comunidade interveio, não havia muitos de nós por perto e SBF foi o único a postar votos instantâneos.”

Bankman-Fried foi creditado com o resgate dos fundos do Uniswap, transferindo-os para o SushiSwap em setembro de 2020.

 “Tenho 99% de certeza de que é alguém da Alameda, FTX ou o próprio SBF”, disse Cochran ao Decrypt no Twitter, mais tarde fixando o post no público , “aparentemente, algumas ex-funcionários da FTX também acham que é Sam.”

Outros apontaram para o uso de frases específicas usadas pela conta Bald do Twitter — como “muito bem” (quite well) e “nem” (nor) — que eram semelhantes a publicações de Bankman-Fried no Twitter.

“As postagens do desenvolvedor careca DYDX soam como SBF”, twettou o investidor Hype, afirmando também que a atividade na cadeia se alinha com as datas do Tribunal e da fiança de Bankman-Fried.

Publicidade

De acordo com a investigação conjunta dos usuários no Reddit, a carteira do criador da BALD supostamente recebeu depósitos da FTX e da Alameda ao longo de mais de dois anos, e parece ter um equilíbrio de 12.331 ETH, no valor de cerca de US$ 22 milhões.

Adicionando mais gasolina nessa fogueira, um usuário do Twitter apontou que um endereço que frequentemente fazia depósitos na carteira do criador da BALD parece ser um dos mesmos que desencadeou o perda de paridade catastrófica da stablecoin UST, da Terra, em maio de 2022.

Prisão domiciliar de SBF

Bankman-Fried está em prisão domiciliar desde que foi acusado pelo Departamento de Justiça dos EUA de oito acusações de conspiração e fraude em novembro, após o colapso da FTX.

A equipe jurídica de Bankman-Fried e a promotoria tiveram problemas em manter o controle da sua atividade na internet através de uma variedade de dispositivos em casa.

Publicidade

Pelas regras, Bankman-Fried deve usar apenas um telefone fixo em vez de um smartphone. Em abril, sua equipe jurídica reconheceu que não conseguia instalar um spyware nos telefones dos pais, conforme acordado nas condições da fiança.

Na semana passada, os promotores — cada vez mais cansados das palhaçadas de Bankman-Fried, incluindo supostamente adulteração de testemunhas do governo — enviaram uma carta de 12 páginas ao juiz federal, Lewis Kaplan, solicitando que a fiança de US$ 250 milhões de Bankman-Fried fosse revogada e ele fosse preso novamente.

Enquanto o Cripto Twitter aponta o dedo para Bankman-Fried, alguns reconheceram que a acusação continuava sendo uma especulação.

“Muito disso é apenas especulação, mas é loucura grande para ser desconsiderada. Vou atualizar essa thread ao vivo enquanto eu analiso a cadeia”, o usuário Midas escreveu no Twitter.

“Eu sei que todo mundo adora uma teoria da conspiração, mas esse rug $BALD parece falso para mim. Eu provavelmente vou receber umas críticas por isso, mas… 🤷🏻‍♀️, ” twettou Tiffany Fong.

Muitos no Cripto Twitter não estão dispostos a ir tão longe quanto dizer que Sam Bankman-Fried está envolvido, mas a maioria concorda que a carteira pertence a alguém do seu círculo íntimo. Alguém como Sam Trabucco, que atuou como co-CEO da Alameda.

Publicidade

A história ainda está se desenrolando e traremos atualizações em breve. Mas depois de várias horas sendo perseguido nas redes sociais, o desenvolvedor da BALD adicionou 100 ETH de volta à pool, quadruplicando o valor da moeda meme a partir dos preços mínimos recentemente estabelecidos.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

Receita Federal irá exigir informações de corretoras estrangeiras de criptomoedas

“Estamos preocupados em obter informações sobre a riqueza brasileira sujeita a tributação aqui”, afirma diretora da Receita Federal
Imagem da matéria: Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

Empresa cripto Bakkt está considerando uma potencial venda ou desmembramento, diz site

A Bakkt recorreu à ajuda de um consultor financeiro para tomar a decisão, embora ainda não tenha definido o seu próximo passo
Gary Gensler SEC in GOP Financial Services-Reprodução-Youtube

Presidente da SEC é questionado sobre ETFs de Bonk após aprovação de fundos de ETH

O presidente da SEC, Gary Gensler, adotou uma abordagem menos hostil em relação às criptomoedas em uma nova entrevista e foi questionado sobre o que vem a seguir
Moeda de Dogecoin e gráfico de queda de preço

Dogecoin (DOGE) desaba 10% e gera maior liquidação desde 2021

Queda do preço da memecoin mais famosa ocorre após US$ 60 milhões em futuros de DOGE serem liquidados junto com mercado