Imagem da matéria: CPI das Pirâmides Financeiras tem gritos, ameaças de prisão e briga entre direita e esquerda
CPI das Pirâmides FInanceiras colheu depoimento do irmão de Ronaldinho Gaúcho (Foto: Reprodução/YouTube)

Durante o depoimento de Roberto de Assis, irmão e empresário de Ronaldinho Gaúcho, a sessão da CPI das Pirâmides Financeiras desta quinta-feira (24) se tornou palco de um debate sobre Direito, acusações pessoais e confusão.

A polêmica começou quando o relator, deputado Ricardo Silva (PSD/SP), reclamou do fato de Roberto responder o que lhe era ditado pelo advogado. 

Publicidade

“Estamos tomando as respostas do advogado, que está ditando as respostas. Ele pode aconselhar, mas ditar as respostas: eu questiono a assessoria técnica e jurídica dessa Comissão se isso é permitido. Não estamos ouvindo o Roberto, estamos ouvindo o advogado”, disse SIlva. 

O advogado informou que continuaria sua atuação e que era respaldado pela lei. Diante disso, o deputado Alfredo Gaspar (União/AL) subiu o tom e afirmou que poderiam ambos, cliente e advogado, saírem presos do Congresso.

Leia também: Ronaldinho falta novamente em CPI e deputados vão buscar condução coercitiva

“Está cometendo falso testemunho ao repetir o que o advogado está ditando. Não existe nenhum ordenamento jurídico neste país que permita advogado dizer o que a testemunha tem que falar. Estamos fazendo um papel de tolo. Pode arcar com as consequências e ser preso em flagrante por falso testemunho, inclusive o advogado”, disse Gaspar. 

O parlamentar depois foi ainda mais direto: “Se você ficar botando esse ouvido na boca do advogado para saber o que dizer, você vai sair daqui preso”. 

Publicidade

A defesa de Roberto de Assis veio de integrantes da esquerda. O deputado Glauber Braga (PSOL/RJ) disse que o advogado estava no seu direito e que tolher a comunicação de qualquer forma poderia gerar uma nulidade do depoimento depois. 

Aureo Ribeiro cortou o microfone de Glauber, que passou a gritar para ser ouvido. O fato revoltou Alfredo Gaspar, que partiu para acusações graves: “Eu não tenho que ficar aguentando isso. Quem te aguenta é o crime organizado e o tráfico de drogas”. 

Braga se mostrou calmo ao rebater: “Não conheço o senhor e não sei nem o seu nome. Você vai ter que me aguentar. Tentar me associar com o crime organizado é tentar me medir com a sua régua, e isso não vai funcionar”. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Bitcoin e grafico de mercado

Traders de Bitcoin miram US$ 74 mil já na próxima semana com nova onda de fluxo positivo para ETFs

Com ETFs registrando quatro dias seguidos de entradas e dados de inflação nos EUA abaixo do esperado, o Bitcoin já começou a retomar a alta e superou os US$ 66 mil
Imagem da matéria: "Centavo épico" de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

“Centavo épico” de Bitcoin é usado para inscrever música da Grimes gerada por IA

Ordinals com uma música gerada por IA da Grimes foi inscrito num satoshi “épico” de Bitcoin avaliado em mais de R$ 10 milhões