Imagem da matéria: Corretora Huobi tem saques menores mas stablecoin ligada à exchange perde paridade com o dólar
Foto: shutterstock

O ritmo de retiradas feitas na exchange de criptomoedas Huobi, que preocupava o mercado, está desacelerando nas últimas 24 horas, de acordo com dados da empresa de análise on-chain Nansen, apesar de uma oscilação no preço da stablecoin USDD da rede Tron, que tem o mesmo dono da corretora.

Clientes da Huobi retiraram US$ 60 milhões da corretora com sede em Singapura na última sexta-feira (6), em meio ao anúncio do corte de 20% dos funcionários.

Publicidade

O magnata das criptomoedas Justin Sun – que tem participação majoritária na Huobi e fundou a Tron em 2017 – depositou US$ 100 milhões em stablecoins na bolsa como uma tentativa de demonstrar confiança no final de semana. O depósito era composto pelas stablecoins USD Coin (USDC) e Tether (USDT).

No, domingo, o ritmo de saques diminuiu para pouco menos de US$ 12 milhões, segundo dados de Nansen. Os saques semanais caíram para US$ 84 milhões, frente aos US$ 94 milhões na sexta-feira.

Preço da stablecoin USDD oscila

Mesmo assim, o preço do token USDD da Tron – que deveria estar atrelado ao preço do dólar, como outras stablecoins – oscilou entre US$ 0,983 e US$ 0,972 na semana passada. Seu preço está em $ 0,977 nesta segunda (9).

Antes deste final de semana, o momento mais recente da USDD perder a paridade foi em outubro, e a stablecoin não foi avaliada em $ 1 por mais de um mês, de acordo com dados da CoinGecko.

Publicidade

Antes, a USDD caiu abaixo de US$ 1 em 12 de junho do ano passado – um mês após o colapso do projeto Terra – e não recuperou totalmente o preço até 26 de julho.

Nos últimos 14 dias, a capitalização de mercado do USDD caiu US$ 6,5 bilhões, para US$ 709 milhões. Em comparação, Tether e USDC têm capitalizações de mercado de US$ 66,3 bilhões e US$ 43,9 bilhões, respectivamente.

Perigo das stablecoins algorítmicas

Ao contrário do Tether e do USD Coin, o USDD da Tron é uma stablecoin algorítmica, que depende de incentivos comerciais e armazenamento garantido de criptoativos para manter seu preço. As stablecoins algorítmicas ficaram sob escrutínio público no ano passado, quando a stablecoin da Terra, UST, de repente entrou em colapso.

Apesar de toda a tecnologia envolvida em criptomoedas e stablecoins, tudo ainda se resume às pessoas, disse Andrew Thurman, técnico da Nansen.

Publicidade

“Stablecoins algorítmicos geralmente têm mecanismos de estabilização embutidos, mas o principal impulsionador de sua paridade geralmente é a fé da comunidade de que eles serão capazes de resgatar seus algo stables por um dólar inteiro”, disse ele.

*Traduzido com autorização do Decrypt

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programaTokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

Core Network (CORE): Token baseado no Bitcoin dispara 218% na semana

CORE é o token da Core Network, uma blockchain compatível com Bitcoin e a Ethereum Virtual Machine (EVM)
Logo da Binance

Binance anuncia conselho diretor global, mas não revela onde será sua sede

Entre os três membros externos estão dois executivos do mercado financeiro e um ex-embaixador de Barbados nos Emirados Árabes Unidos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Cenário macroeconômico dita o ritmo, com US$ 400 milhões em liquidações de posições que apostavam na alta dos preços de criptomoedas
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat