Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas do México recebe US$ 250 milhões e quer fatia do mercado brasileiro
Foto: Shutterstock

A corretora mexicana Bitso anunciou o início das operações de varejo no Brasil em um momento que em recebeu uma nova rodada de investimentos no total de US$ 250 milhões. Com o novo aporte, o valor de mercado da Bitso passa a US$ 2.2 bilhões.

Conforme comunicado à imprensa, a recente rodada de investimento foi liderada por Tiger Global e Coatue, com a participação de outros fundos como Paradigm, BOND e Valor Capital Group, além do trio QED, Pantera Capital e Kaszek, que já haviam investido US$ 62 milhões em dezembro de 2020 juntamente com a Coinbase.

Publicidade

A plataforma, que já opera no México e na Argentina, a partir de agora está aberta para o varejo no Brasil. Conforme o texto, os recursos serão utilizados para aumentar o acesso a criptoativos na região, embora não tenha especificado onde serão feitos os principais investimentos.

A empresa deve oferecer seguro contra roubos de carteiras de certos criptoativos como o bitcoin.

Em entrevista ao Portal do Bitcoin, o country manager da Bitso no Brasil a empresa estava preocupada se estruturar e “fazer de uma forma que a gente consiga ter essa presença local, que a gente consiga se comunicar com as pessoas”.

Em dezembro, a empresa iniciou a operação no mercado brasileiro após uma rodada de investimentos de US$ 62 milhões. Conforme adiantou o Portal do Bitcoin em meados de outubro, inicialmente a empresa iria se concentrar em clientes institucionais.

VOCÊ PODE GOSTAR
Logotipo do token CorgiAI

Mercado Bitcoin lista token CorgiAI

O ativo é ligado a projeto que usa utiliza inteligência artificial para criar uma comunidade de entusiastas no ecossistema cripto
Imagem da matéria: Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

Scarpa quer desfecho de ação contra Willian Bigode por golpe cripto: “Já passou da hora”

O jogador do Atlético Mineiro está desde o ano passado atrás dos valores investidos na WLJC Gestão Financeira através de Bigode
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz