Imagem da matéria: Coreia do Sul se Prepara para Regular Moedas Digitais

Os principais reguladores financeiros da Coreia do Sul anunciaram conjuntamente seus planos para lidar com moedas digitais, como bitcoin e ether. Foram delineadas medidas específicas, como exigir que os bancos realizem a devida diligência nas exchanges de bitcoin e no fortalecimento dos procedimentos de verificação dos usuários.

Leia Também: Coréia do Sul Legaliza Transferências Internacionais de Bitcoin, Desafiando Bancos

Publicidade

Tentativa de Regular as Criptomoedas

A Comissão de Serviços Financeiros da Coréia do Sul (FSC), anunciou no dia 3 de setembro como eles lidariam com moedas digitais, de acordo com publicações locais.

A Coreia “está se juntando ao Japão, à China e a outras nações asiáticas na tentativa de regular as criptomoedas”, informou Yonhap, acrescentando que as moedas digitais atualmente não são reconhecidas como produtos financeiros e suas casas de câmbio não são regulamentadas.

Observando que o recente volume de transações e a volatilidade das moedas digitais são “excessivos”, o FSC informou que “aumentará o monitoramento e a realização de sondagens em lavagem de dinheiro, financiamento não autorizado e outras transações ilícitas de moedas digitais”, detalhou o noticiário. O regulador estadual foi citado dizendo:

Existe uma necessidade de o governo lidar com as moedas virtuais para evitar que sejam usadas como ferramentas para crimes e simples investimentos especulativos.

O anúncio do domingo seguiu uma reunião conjunta da força-tarefa presidida pelo secretário-geral do FSC, Kim Yong-beom. “Neste ponto, as moedas digitais não podem ser consideradas dinheiro e também não são produtos financeiros”, informou a Business Korea.

A reunião contou com a presença de funcionários do FSC, do Ministério da Estratégia e Finanças, da Comissão de Comércio Justo, do Ministério da Justiça, da Comissão de Comunicações da Coréia, do Serviço Nacional de Impostos, da Agência Nacional de Polícia, do Banco da Coréia, da Supervisão Financeira Serviço e Agência de Segurança e Internet da Coréia, de acordo com a iNews24.

Publicidade

Leia Também: Compre uma Lamborghini com Bitcoin em Newport Beach

Medidas Específicas

Uma das medidas discutidas é fortalecer os procedimentos de verificação de identidade. “Os bancos serão obrigados a verificar rigorosamente as informações pessoais das pessoas que trabalham nas exchanges de moedas digitais”, informou Yonhap na explicação do FSC. “Se houver transações suspeitas em tais contas bancárias, os credores serão obrigados a denunciar as transações às autoridades”.

Os bancos que lidam com casas de câmbio digital realizarão a devida diligência para assegurar que elas tenham procedimentos de controle interno efetivos, como a identificação de usuários. Os bancos considerarão suspender suas contas se não puderem fornecer informações confiáveis, diz o iNews24.

As empresas de remessas que usam moeda digital também são afetadas.

Mercado da Coreia do Sul

Enquanto isso, a maior exchange de bitcoins do país, a Bithumb, informou que seu volume de negociação diário em 18 de agosto excedeu 2.6 trilhões de won (aproximadamente US $ 2,3 bilhões). Isso foi mais do que o valor comercial da bolsa de Kosdaq (semelhante a bovespa), que foi de 2,43 trilhões de won no dia anterior, de acordo com o jornal Hankyoreh.

 

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de Bitcoin sobre notas de ienes

Anúncio de investimento em Bitcoin faz ações de empresa asiática disparar 90%

Seguindo o manual da MicroStrategy, a empresa japonesa Metaplanet está atraindo forte interesse dos investidores
Fusão da imagem de uma moeda de bitcoin com a bandeira do Paraguai

Senadores do Paraguai querem pausar toda atividade ligada ao Bitcoin; entenda

Projeto de lei quer que atividades como mineração, compra e venda de Bitcoin sejam suspensas por 180 dias
scanner plano digitaliza a palma de uma mão

TON oferece R$ 25 milhões para escanear mãos dos investidores

HumanCode se junta à The Open Network para oferecer um milhão de Toncoin como incentivo em programa de digitalização de palma da mão baseado em IA
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino