Hacker
Shutterstock

A lista das stablecoins não muito estável possui um novo nome: aUSD, a stablecoin da Acala – plataforma de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na abreviatura em inglês) desenvolvida na Polkadot – despencou 99% após hackers se aproveitarem de uma falha em seu pool de liquidez.

A stablecoin perdeu sua paridade ao dólar e despencou para cerca de US$ 0,009 nesta segunda-feira (15), de acordo com dados do site CoinGecko.

Publicidade

Diferentes sites de rastreio de preço apresentam dados contraditórios sobre a queda no preço da aUSD. Enquanto o CoinGecko indica que a stablecoin está precificada em US$ 0,009, o CoinMarketCap registrou um preço mínimo de US$ 0,58, antes de um retorno a US$ 0,90, mas ainda sem recuperar seu lastro de US$ 1.

Em um tuíte, a Acala Network explicou que devido a uma “configuração incorreta” de seu pool de liquidez iBTC/aUSD recém-lançado, hackers conseguiram emitir 1,28 bilhão em aUSD. O fluxo repentino de moedas fez com que a stablecoin perdesse seu lastro em poucos minutos.

iBTC é uma token sintético e inverso ao preço do bitcoin (BTC) que pode ser usado em plataformas DeFi e ser negociado com aUSD na Acala.

Acala pausou as negociações da rede após uma votação urgente de governança. A equipe vai começar a rastrear a blockchain e incentivar aqueles que “erroneamente emitiram aUSD ou converteram tokens a partir dessas aUSD que não estão na Acala” a devolverem aos endereços cripto compartilhados via Twitter.

Publicidade

Acala confirmou que a falha foi corrigida: “Desde então, o erro de configuração foi corrigido e os endereços de carteira que receberam aUSD emitidas erroneamente foram identificados”.

ACA, o token nativo da Acala, está sendo negociado a US$ 0,26, segundo o CoinMarketCap, e registra uma queda de 6% nas últimas 24 horas.

Problemas envolvendo stablecoins

aUSD da Acala entra para a crescente lista de stablecoins que perderam bastante sua paridade ao dólar.

Em maio, o colapso da UST, a stablecoin algorítmica do Terra, fez bilhões de dólares sumirem em poucos dias, chamando a atenção regulatória de todas as partes do mundo.

Diferente da UST, aUSD da Acala não é uma stablecoin algorítmica, mas afirma ter garantias múltiplas e ter lastro em ativos que incluem DOT, KSM, ACA, KAR, BTC e ETH.

Publicidade

Em meio à implosão da UST do Terra em maio, outras stablecoins despencaram de seu lastro ao dólar, incluindo a stablecoin algorítmica e híbrida DEI que, agora, está precificada em US$ 0,16. Até mesmo a maior stablecoin do mundo, USDT, não ficou imune ao contágio e chegou a US$ 0,95 antes de recuperar sua paridade.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

Renda de mineradores de Bitcoin cai para menor nível após o halving

A receita dos mineradores de Bitcoin caiu mais que a metade na virada de abril para maio
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev