Moedas e dólares
Shutterstock

A stablecoin aUSD, nativa da plataforma de Finanças Descentralizadas (ou DeFi, na abreviatura em inglês) Acala desenvolvida na rede Polkadot, está recuperando sua paridade ao dólar, após uma votação feita pela comunidade para destruir 1,29 bilhão de tokens.

Esses tokens foram emitidos após uma exploração de um “erro de configuração” em um dos pools de liquidez da Acala. Quando os invasores se aproveitaram da falha, a emissão em massa da stablecoin fez seu valor despencar.

Publicidade

A o token perdeu a paridade, reduziu seu valor em 99%, chegando a US$ 0,0054 no domingo (14). Porém, desde então, a stablecoin disparou 9.939% nas últimas 24 horas e, agora, está precificada em US$ 0,90, de acordo com dados do site CoinGecko.

A recuperação acontece em meio a um novo esquema de “queima”, no qual a comunidade Acala votou na segunda-feira (15).

A proposta visava queimar os 1,29 bilhões de tokens aUSD armazenados pelos 16 endereços de carteira envolvidos no recém-lançado contrato autônomo do pool de liquidez iBTC/aUSD que foi invadido.

Quase 95% dos votantes aceitaram unanimemente a proposta e meros 5% se opuseram. Após sua aceitação, a proposta foi executada na noite de segunda-feira.

Publicidade

“O referendo de governança recém-aprovado pela comunidade agora foi executado”, tuitou Acala às 23h (horário de Brasília). “1.292.860.248 aUSD erroneamente emitidos foram devolvidos ao protocolo honzon e queimados.”

O evento de queima ajudou aUSD a recuperar seu lastro ao dólar rapidamente.

Segundo um relatório de monitoramento, quase 99% das aUSD erroneamente criados que continuaram na Acala foram queimados das carteiras dos invasores.

1% das stablecoins restantes foram convertidas ou movidas para outras “parachains” — blockchains individuais na rede Polkadot. A equipe ainda está no processo de recuperá-las.

A parachain da Acala continua pausada.

Suspensão da rede Acala divide comunidade

Apesar de reverter a emissão em massa da aUSD, muitos na comunidade Acala compartilharam preocupações sobre a capacidade do projeto em pausar a parachain em meio ao caos.

Publicidade

Uma parachain é uma blockchain independente desenvolvida na Polkadot que é interoperável com qualquer outra parachain na rede.

“Percebo que isso é feito com boas intenções, mas esse é um caminho perigoso”, tuitou um usuário preocupado com as operações da Acala.

“Concordo que seja algo bom solucionar o problema que afeta usuários comuns e não permitir que hackers se safem com algo. Dito isso, também não quero ver uma proposta que pegue o meu dinheiro ou o de outro usuário comum via votação por alguma galera”, disse um usuário no Discord da Acala.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Gnosis (GNO) dispara 20% após lançamento de plano para reviver o token

Gnosis (GNO) dispara 20% após lançamento de plano para reviver o token

Um programa de crescimento com aporte milionário de fundo cripto está sendo votado neste momento pelos usuários do GNO
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO