Bandeira da Colômbia
Shutterstock

O governo da Colômbia divulgou o rascunho de normas para empresas de criptomoedas que desejam operar no país, meses após o lançamento do projeto regulatório “Sandbox” do país sul-americano — que não deve ser confundido com o jogo de metaversoThe Sandbox”.

Agora, a população poderá comentar sobre as regulamentações propostas pela “Superintendencia Financiera de Colombia” (ou SFC), a reguladora financeira do país.

Publicidade

As normas propõem um sistema de gestão de risco contra a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo, bem como orientações de cibersegurança e formas de rastrear transações cripto.

A abordagem alega que a Colômbia está trabalhando em prol de um futuro em que cidadãos vão conseguir comprar cripto por meio de suas contas bancárias tradicionais.

Como funciona o setor de criptomoedas na Colômbia

O “Sandbox” (ou LaArenera) da Colômbia é um exclusivo experimento cripto latino-americano que começou em 2021 após ser aprovado pelo governo em 2020. Permite que bancos colombianos firmem parcerias com grandes corretoras cripto, como Binance e Bitso, para permitir que cidadãos adquiram bitcoin (BTC), ether (ETH) ou outros ativos digitais.

Em dezembro, Bancolombia — o maior banco do país — fechou um acordo com a Gemini, corretora cripto de Nova York, permitindo que um número limitado de clientes comprasse bitcoin, ether, litecoin ou bitcoin cash em suas contas como parte de um programa-piloto de um ano.

Publicidade

Em janeiro, Binance, a maior corretora cripto do mundo, deu início ao seu piloto com Davivienda, o terceiro maior banco da Colômbia, permitindo que cinco mil dos clientes do banco negociassem criptoativos.

Um total de nove bancos colombianos fazem parte do experimento, que deveria durar um ano. Em novembro, o Decrypt noticiou que o “Sandbox” estave devagar até então. O programa deveria ter sido concluído em março mas, aparentemente, foi prorrogado.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza acima de US$ 67 mil; Ethereum atinge US$ 3 mil em semana decisiva para ETFs

A semana promete ser agitada à medida que chega o prazo final para a SEC decidir se aprova ou rejeita o lançamento de ETFs de Ethereum à vista
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor