Imagem da matéria: Coinbase, Crypto.com e dezenas de corretoras são intimadas no Reino Unido por causa de anúncios de criptomoedas
(Foto: Shutterstock)

Advertising Standards Authority (ASA), entidade que fiscaliza propagandas no Reino Unido, emitou na segunda-feira (21) um Aviso de Execução com “alerta vermelho” para mais de 50 empresas de criptomoedas. De acordo com o documento, trata-se de um novo conjunto de orientações para que empresas cumpram novas regras de publicidade até o dia 2 de maio, quando as diretivas vão entrar vigor.

As orientações visam proteger consumidores do FOMO (sigla em inglês para “fear of missing out” ou “medo de perder uma oportunidade”) ou táticas predatórias de marketing.

Publicidade

Especificamente, a entidade pede que anunciantes afirmem, de forma clara, que criptomoedas não são regulamentadas no Reino Unido, que preços são voláteis, que investimentos são de alto risco e que os lucros sobre elas “podem estar sujeitos ao imposto de ganhos sobre capital”.

O anúncio afirma que a ASA irá trabalhar em conjunto com a Autoridade de Conduta Financeira (ou FCA) — a principal reguladora financeira do Reino Unido — para agir contra empresas que não cumprirem com as novas regras (segundo informou a ASA ao Coindesk, fazem parte da lista de 50 inclui todas as empresas que já foram submetidas a decisões do órgão, como Coinbase (COIN), eToro, Luno e Crypto.com).

A FCA “trabalhou em conjunto com” a supervisora de anúncios “para distribuir o Aviso de Execução”.

Autoridades cripto no Reino Unido

Empresas cripto caíram sob investigação em recentes discussões sobre a publicidade justa no mundo inteiro.

No Reino Unido, as coisas estão esquentando desde o início de janeiro, quando a ASA baniu duas propagandas da corretora Crypto.com, alegando que falhou em ilustrar os riscos da negociação de criptomoedas.

Duas semanas depois, o governo britânico apresentou novas legislações para proteger clientes de enganosos anúncios com criptomoedas. A legislação exige que todos os anúncios cripto no Reino Unido sejam aprovados pela FCA ou pela Autoridade de Regulamentação Prudente (ou PRA).

Publicidade

Neste mês, a ASA também baniu anúncios de floki inu (FLOKI), derivado da dogecoin (DOGE), após decidir que o slogan “PERDEU DOGE? COMPRE FLOKI” da criptomoeda de meme trivializava a negociação cripto e “explorava” a falta de experiência e o FOMO de consumidores.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Notcoin: Jogo cripto do Telegram promete voltar com grandes mudanças após airdrop

Notcoin: Jogo cripto do Telegram promete voltar com grandes mudanças após airdrop

O jogo viral do Telegram, Notcoin, está planejando voltar ao ar após o airdrop de 20 de abril
Imagem da matéria: PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

“Vandathegod” foi responsável pelo maior vazamento de dados da história do Brasil
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino
Imagem da matéria: Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Diferente do que aconteceu antes do halving de 2020, desta vez os mineradores aproveitaram a recente disparada do Bitcoin para vender parte de suas reservas