moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo
Shutterstock

“Deixe a inovação acontecer”, disse Kristin Smith, CEO da Blockchain Association, argumentando que as regras e regulamentações relacionadas a stablecoins e criptomoedas frequentemente são contraproducentes.

Smith conversou com a Decrypt no Messari Mainnet deste ano, na cidade de Nova York, para discutir o que a indústria de ativos digitais está enfrentando em relação ao ambiente regulatório dos EUA.

Publicidade

Stablecoins são tokens vinculados em proporção de um para um com moeda fiduciária, como o dólar dos EUA. A ideia é que eles removam a volatilidade e seu preço se mova de acordo com a moeda à qual estão vinculados. USDT e USDC são as maiores stablecoins e amplamente usadas no mercado.

Além das stablecoins, os reguladores nos Estados Unidos têm sido em grande parte um obstáculo para a indústria de ativos digitais como um todo. E embora os defensores das criptomoedas estejam presentes no Congresso (conseguindo uma vitória esta semana), o parlamento tem sido lento para adotar qualquer tipo de estrutura legal para a indústria, levando alguns a dizer que ela está ficando para trás em relação aos seus pares internacionais.

Voltando a 2019, quando o infame projeto Libra, agora extinto, anunciou sua chegada, Smith disse à Decrypt que foi quando o governo começou a se interessar por stablecoins e, em uma extensão mais ampla, pela criptomoeda.

Voltando à administração Trump e ao governo atual de Biden, Smith disse: “Houve um pedido para o Congresso aprovar uma legislação sobre stablecoins.”

Publicidade

No entanto, nada prosperou após um esforço bipartidário inicial liderado pela ex-presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, Maxine Waters (D-CA), e pelo membro ranqueado Patrick McHenry (R-NC).

E isso, apesar do fato de que, segundo Smith, as stablecoins podem ajudar a consolidar o dólar dos EUA como moeda de reserva mundial. Como ela observou: “Elas são envoltórios para o dólar dos EUA.”

Os papéis do comitê de McHenry e Waters se inverteram desde então (com o primeiro acusando Waters de bloquear ação legislativa), com McHenry retomando a conversa de forma enfática.

Aproximação com reguladores

O chefe da Associação Blockchain explicou que se aproximou da equipe de seus colegas no Congresso e de duas agências reguladoras com agendas cripto pouco amigáveis: o Federal Reserve e o Tesouro dos EUA.

Publicidade

A conversa, no entanto, avançou, explicou Smith. Mas, supostamente, 50 obstáculos estão no caminho de um processo que ela diz “estar 90% concluído”.

“Qual será o papel dos estados tem sido um obstáculo”, alega Smith. Embora ela diga que eles desejam ter a oportunidade de regular o espaço, os reguladores dos EUA em nível federal estão dizendo o contrário. “Num mundo ideal, o FED gostaria de ter controle total”, disse a executiva.

Para Smith, o fato de o governo estar retardando a legislação pode ser um sinal de problemas não apenas para a indústria, mas também para o avanço da tecnologia como um todo.

“Se precisarmos que o governo crie uma estrutura, isso não permitirá uma inovação muito boa”, disse ela à Decrypt.

No entanto, Smith não é uma oponente ferrenha da legislação. Ela reconhece que a pessoa comum pensará no colapso da FTX ao falar de criptomoedas, e isso exigirá algumas proteções ao consumidor. “Se eu vou dar meu dinheiro a algum intermediário”, disse ela, “eles vão protegê-lo?”

A conversa sobre stablecoins está longe de terminar, embora os desafios sejam muitos. “Há pessoas no Congresso que não cresceram usando a internet todos os dias”, disse Smith à Decrypt, delineando o que ela considera o maior esforço que a indústria deve fazer: “Explicar essas inovações”.

Publicidade

Concluindo de forma otimista, Smith acredita que “há um caminho para aprovar a legislação ainda este ano”.

Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
javier milei presidente da argentina

Milei é criticado por propor regulação cripto: “Sofrerá as consequências de não entender o Bitcoin”

“Javier Milei cometeu grande erro. Ele nunca reservou um tempo para entender o Bitcoin e irá sofrer as consequências”, disse Max Keiser
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional
scanner plano digitaliza a palma de uma mão

TON oferece R$ 25 milhões para escanear mãos dos investidores

HumanCode se junta à The Open Network para oferecer um milhão de Toncoin como incentivo em programa de digitalização de palma da mão baseado em IA
Imagem da matéria: Avenged Sevenfold está transformando fãs de heavy metal em "Evangelistas da Blockchain"

Avenged Sevenfold está transformando fãs de heavy metal em “Evangelistas da Blockchain”

Plataforma descentralizada recompensa fãs do Avenged Sevenfold e gera recompensas por participarem de atividades ligadas à banda