Imagem da matéria: Centenas de Bitcoins e malas de dinheiro: o que foi apreendido na casa do criador da GAS Consultoria
Malas de dinheiro apreendidas na casa de Glaidson Acacio dos Santos (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

A Polícia Federal informou no início da noite de quarta-feira (25) o balanço parcial da ‘Operação Kryptos’, deflagrada pela manhã no Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Distrito Federal, que resultou na apreensão de centenas de bitcoins e malas de dinheiro. Um dos alvos de prisão, busca e apreensão foi Glaidson Acácio dos Santos, dono GAS Consultoria, empresa que estava sendo investigada em decorrência de denúncias da CVM e Ministério Público.

Segundo a PF, foram cumpridos 15 mandados e cinco suspeitos foram presos; Três foram pegos no Rio e dois em SP, no Aeroporto de Guarulhos, com o apoio de agentes da Receita Federal. Com os suspeitos foram encontrados várias malas de dinheiro e 591 bitcoins, avaliados na cotação atual em R$ 150 milhões. Fora isso, os agentes arrestaram 21 carros de luxo, relógios de luxo, joias, além de celulares, aparelhos eletrônicos e documentos que serão periciados.

Publicidade

Até às 19h de quarta, a PF ainda não tinha finalizado a contagem do dinheiro em espécie, pois precisou de maquinário de grande porte devido à vasta quantidade de notas. Por volta das 20h, a assessoria divulgou os valores:

“Em complemento ao balanço já divulgado, a PF informa que foram apreendidos mais R$ 13.825.091,00  e 100 Libras Esterlinas, em espécie. Além deste, foram apreendidos outros valores, em moeda estrangeira, já depositados na CEF, mas não contabilizados”.

Sobre a apreensão de bitcoins, o órgão disse que “tudo indica que esta será a maior apreensão de criptomoedas e valores, em espécie, somados, da Polícia Federal”.

Bitcoins apreendidos

“Os Criptoativos estavam armazenados em hardwares wallets”, disse ao Portal do Bitcoin a Procuradora da Fazenda Nacional, Ana Paula Bez Batti, que também é uma das coordenadoras do site de investigação Blocksherlock.

Publicidade

A representante da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional integrou as operações ‘Ostentação’, Black Monday’ e Criptoshow. Batti disse que age sempre com o foco na recuperação de ativos, que consiste na localização e backup de chaves privadas e posterior transferência para uma carteira criada para o Estado.

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, através da Procuradora Ana Paula, tem se destacado em ações envolvendo a recuperação de criptoativos.

Ana Paula Bez Batti, Procuradora da Fazenda Nacional e também uma das coordenadoras do site de investigação Blocksherlock.

A Procuradora explicou: “Em 2019 a PGFN e o MPF, no âmbito da ENCCLA, com a colaboração de diversas entidades do setor público, elaboraram um roteiro de investigação e apreensão de criptoativos, que tem sido muito útil nos casos envolvendo ocultação do produto do crime em ativos virtuais.”

Com base nesse parceria com o MPF, a PGFN fez a recuperação dos ativos de forma remota e transferiu para uma carteira em nome do MPF”.

Publicidade

Os valores, ressaltou Batti, serão disponibilizados ao juízo do processo criminal para posterior ressarcimento das vítimas.

Dono da GAS Consultoria preso

Glaidson Acácio dos Santos, dono GAS Consultoria, foi preso em Itanhangá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os policiais encontraram na casa dele barras de ouro e cédulas de reais, dólares e euros.

Suspeito de prática de pirâmide, Santos já estava na mira da PF há um bom tempo por suspeita também de lavagem de dinheiro, conforme apontou reportagem do Fantástico na semana passada.

Por meio da GAS Consultoria, cuja sede fica em Cabo Frio, no Rio, o negócio criado por Glaidson oferece rendimento fixo de 10% ao mês em cima de aportes financeiros, uma promessa fora da realidade do mercado. Nos últimos seis anos, a movimentação financeira da empresa chegou a cifras bilionárias.

Antes de ser preso, a GAS Consultoria negou por várias vezes a prática de atividade ilícita e alegou que não compactua com ilegalidades e preza pela licitude de todas as suas operações, estando à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto do Brasil e Hong Kong são os únicos com fluxo positivo na última semana

Fundos cripto tiveram a quarta semana seguida de saídas, mas o Brasil segue com tendência positiva ao lado de Hong Kong, que se destaca com a estreia de ETFs
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”