Carteira hardware Trezor vai pedir registro de marca no Brasil

Carteira hardware Trezor inicia pedido de registro de marca no Brasil
Foto: Divulgação


A Trezor, carteira hardware de criptomoedas da Satoshi Labs, deu entrada no pedido de registro de marca no Brasil, conforme publicado na Revista da Propriedade Industrial (RPI), do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

De acordo com a autarquia, que é vinculada ao Ministério da Economia, uma das fases do processo já foi concluída, que é o pedido de registro para ‘oposição’.

O procedimento serve para saber se alguém contesta a marca. O andamento, conforme a RPI, já está com o “exame formal de Designação concluído”.

No pedido nº 501525596, protocolado em 03 de março deste ano, constam dentre as especificações da carteira:

Carteiras de hardware para criptomoedas; software de computador e aparelhos e dispositivos relacionados a moedas digitais e criptomoedas.

Constam também especificaçõe para atuação no mercado financeiro:

Negócios financeiros e monetários; serviços de comunicação; transmissão auxiliada de mensagens e imagens; transmissão de arquivos digitais; consultoria em segurança de dados e em segurança de internet; entre outros.

Trezor no Brasil

Nesta quinta-feira (18), o Portal do Bitcoin falou com Jefferson Rondolfo, representante e revendedor da Trezor no Brasil, que disse que foi avisado do processo de registro, mas não pôde dar maiores detalhes sobre os planos da empresa.

Procurada, a Satoshi Labs não respondeu até a publicação desta reportagem.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br