Trump pediu para secretário do Tesouro “ir atrás do Bitcoin”, revela ex-assessor em livro

Trump pediu para secretário do Tesouro
(Foto: Shutterstock)


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu que o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, fosse atrás do bitcoin e coibisse as negociações da criptomoeda. O relato está no livro ‘The Room Where It Happened’ (‘A sala onde tudo aconteceu’), de John R. Bolton.

Segundo o Washington Examiner, a obra de Bolton é um livro de memórias de seu tempo de Casa Branca durante o governo Trump — 17 meses — onde foi conselheiro de Segurança Nacional do país.

“Vá atrás do bitcoin [por fraude]”, reproduziu um trecho do livro o jornal. Segundo informou, a conversa aconteceu em maio de 2018. Na ocasião, Trump e Mnuchin travavam uma tensa discussão sobre sanções à China.

Governo tenta barrar livro

Segundo o jornal, na terça feira (16), o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ), entrou com uma ação junto ao Tribunal Distrital de Washington contra a publicação.

O DoJ afirma que o livro de Bolton contém informações sensíveis da Casa Branca. Uma audiência então foi marcada para a próxima terça-feira (23).

Conforme uma publicação do The Washington Post, Bolton alega em seu livro que o presidente cometeu “transgressões semelhantes à Ucrânia” em várias decisões de política externa. 

Para o The New York Times, nas memórias, “Bolton fere seus inimigos”.



Bitcoin nos EUA

Os EUA se posiciona de forma contrária ao livre crescimento das criptomoedas.

No ano passado, por exemplo, várias declarações de Trump — e também de Mnuchin, evidenciaram o ceticismo, em parte, do governo americano.

Em julho de 2019, Trump disse que o bitcoin e as criptomoedas não eram dinheiro; que se baseavam no ar.

“Não sou fã de bitcoins e outras criptomoedas, que não são dinheiro, têm valor altamente volátil e são baseados no ar”, escreveu Trump no Twitter, naquela ocasião.

Em fevereiro deste ano, Mnuchin disse que o governo quer garantir que a tecnologia avance, mas, por outro lado, quer também certificar que as criptomoedas não sejam usadas em contas secretas na Suíça.

“Queremos garantir que a tecnologia avance, mas, por outro lado, queremos garantir que as criptomoedas não sejam usadas para o equivalente a antigas contas bancárias com números secretos suíços”, disse Mnuchin em fevereiro.


BitcoinTrade: Negocie criptomoedas com segurança e agilidade!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. 95% dos depósitos aprovados em menos de 1 hora! Acesse: bitcointrade.com.br