Imagem da matéria: Câmara dos Deputados convida perito criminal e representante do Bitcoin Banco para audiência
Foto: Agência Câmara

A Câmara dos Deputados convidou para participar de uma mesma audiência pública representantes da Associação Nacional de Peritos Criminais Federais (APCF) e das empresas Bitcoin Banco, NegocieCoins e TemBTC.

A audiência, que faz parte das discussões do projeto de lei que inclui as criptomoedas sob a supervisão do Banco Central, está marcada para às 14h30min de quarta-feira (04), em Brasília.

Publicidade

O diretor de Negócios e Operações da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Leandro Vilain, também foi convidado. Segundo o documento da Câmara, ele é o único dos presentes que confirmou a presença até o momento.

Das empresas paranaenses, nenhum dos executivos mais conhecidos como Claudio de Oliveira ou Jorge Fayad foram nomeados.

Outros requerimentos

Além disso, o deputados Luís Miranda (DEM-DF) solicitou uma outra audiência pública, ainda sem data marcada. Nela há o convite para o comparecimento de Camila Villard Duran, Professora da USP; Rosine Kadamani, sócia da Blockchain Academy; e a ministra do STJ, Nancy Andrighi”.

A justificativa para os convites, conforme o deputado é seguinte: “contribuir para o projeto que tramita nesta comissão, entender o funcionamento das moedas digitais, e ao final, propor medidas para a sua regulamentação”.

Esses requerimentos têm se tornado cada vez mais comuns. No dia 25 de agosto, por exemplo, um representante do Facebook foi convocado para debater sobre a criptomoeda Libra.

Publicidade

Para compor essa mesa de debates, o deputado convidou representantes do Ministério da Economia; Banco Central do Brasil (Bacen); Ministério da Justiça; e Conselho administrativo de Defesa Econômica (Cade). Um representante da Associação Brasileira de Criptoeconomia (AbCripto) também deverá participar dessa discussão.

O especialista sobres esse tema e doutor em Direito Econômico Henrique Haruki Arake Cavalcante, que foi convidado para tratar sobre a natureza jurídica da moeda virtuais também irá debater sobre a Libra e seus impactos no sistema financeiro nacional.

Por meio do requerimento 10/2019, Ribeiro solicitou uma audiência pública para tratar da natureza jurídica dos bitcoins e similares. Além de Cavalcante, foram convidados representantes do Ministério da Economia; Bacen; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); e Procon do Distrito Federal.

VOCÊ PODE GOSTAR
Homem aponta controle para TV que emerge imagens em 3D

‘TV 3.0’ que chegará ao Brasil em 2025 vai precisar de internet ou conversor? Entenda

Novo sistema de transmissão para TVs promete enviar som e imagem com qualidades maiores, além de maior interatividade com o espectador
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019