Imagem da matéria: Caixa Econômica Federal encerra conta de corretora brasileira sem aviso prévio
(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

*Atualização: a reportagem foi alterada após a publicação

A plataforma de criptomoedas Brasil Bitcoin descobriu nesta manhã de terça-feira (11) que a conta da empresa na Caixa Econômica Federal foi encerrada sem que houvesse qualquer aviso prévia. A empresa, que vinha tentando negociar com a Caixa, não conseguiu reverter a situação e deverá propor uma ação judicial.

Publicidade

A exchange soube do fato por acaso. Quando um dos sócios, Marco Castellari, consultava o aplicativo da instituição bancária se deparou com a informação de que a conta havia sido encerrada pelo banco estatal.

Jorge Alves, gerente de Marketing do Brasil Bitcoin, disse ao Portal do Bitcoinque não houve qualquer aviso à empresa e buscou falar com o gerente para entender a situação:

“A conta está encerrada. Confirmamos isso tanto pelo aplicativo como pelo internet banking. O que queremos agora é saber o que está acontecendo”. 

A questão é que a resposta veio até Alves e não foi das melhores. O gerente afirmou que foi “uma determinação superior a ele fechou nossa conta por suspeita de lavagem de dinheiro”.

Caixa Econômica encerrando conta

De acordo com Alves, a ação tomada pela Caixa Econômica vai na contramão das normas do Banco Central, uma vez que foi uma decisão inesperada sem que o Brasil Bitcoin tivesse ciência prévia.

Publicidade

“Procuramos em nossos e-mails e até no spam, mas não havia nada referente ao encerramento da conta”, relatou.

Ele chegou a questionar o gerente do banco sobre esse fato, mas a resposta foi que “o banco pode realizar o encerramento da conta imediatamente, sem o aviso prévio em caso de suspeita de atividade ilícita”.

Alves, contudo, mencionou que pretende entrar com uma ação judicial contra a Caixa, pois “não há embasamento que sustente a suspeita de lavagem de dinheiro”

Ele não informou o quanto havia na conta encerrada. Mas, declarou que não é nada que cause prejuízo para a empresa, pois a empresa pode fazer a retirada dele ou transferir para uma outra conta. 

“Havia menos de 5% do nosso caixa depositado em conta, e não irá afetar nossas operações, também pelo fato que o dinheiro não está retido”, afirmou.

Publicidade

Outra conta fechada

Esse é o segundo encerramento de conta do Brasil Bitcoin só nesse ano. Há um mês, o Santander cancelou o contrato por desinteresse comercial com a plataforma de criptomoedas.

Assim como a Caixa Econômica Federal, o banco espanhol não fez a notificação prévia do encerramento da conta. Os sócios da empresa souberam apenas após a ligação do gerente informando sobre a conta fechada.

O gerente chegou a afirmar para empresa, por meio desse telefonema, que tentou comunicar do encerramento antes para dar o prazo de 30 dias. Alves, no entanto, disse que se houve essa tentativa foi feita por outros telefonemas, pois não havia documento algum recebido pelos correios ou nos e-mails da Brasil Bitcoin.

Naquela ocasião, porém, após a conversa com o gerente foi concedido um prazo para que a empresa resolvesse qualquer pendência com o Santander. Alves relatou que o gerente do Santander havia dito que no dia 07 de fevereiro a conta estaria encerrada, mas que algum representante da empresa comparecesse antes, até o dia 20 de janeiro para assinar o termo de encerramento.

O encerramento do Santander, segundo Alves, pode representar 10% de prejuízo em depósitos mensais feitos na plataforma. Nas palavras de Alves, essa porcentagem, portanto, seria cerca de um milhão de reais a menos na movimentação dos depósitos.

Publicidade

Sem resposta

A reportagem procurou a Caixa Econômica Federal para falar sobre o assunto, porém, até a publicação deste texto não houve qualquer resposta da instituição bancária.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken